Soluções arquitetônicas que melhoram o dia a dia do casal

Para preservar a harmonia e a individualidade na vida a dois, os projetos duplicam quartos e banheiros.

São Paulo - Bons projetos podem ser sinônimos de mais harmonia para os casais. Dividir a vida é prazeroso, mas não é fácil. Muitas pessoas têm dificuldade em compartilhar seus espaços, principalmente os mais íntimos como banheiro, quarto e armários.

Para que essas pequenas coisas não se transformem em grandes problemas de convivência, a arquitetura propõe soluções: banheiros duplos ou separados, closets e armários separados, quartos com duas camas ou até dois quartos.

Confira a seguir, algumas dicas que vão facilitar a vida a dois nos ambientes mais íntimos da casa:

Quarto

A decoração do quarto de casal precisa levar em consideração que ele terá duas funções na maioria das vezes. Durante a semana, precisa ser um quarto prático, onde o casal levanta bem cedo e com facilidade encontra tudo bem rápido e fácil - roupas, sapatos, toalhas. No final-de-semana, o casal quer e merece descansar e, para esses momentos, o quarto precisa oferecer isolamento acústico, pouca luminosidade, ventilação e aconchego.

Além disso, é preciso decidir se o casal quer um quarto exclusivo para o descanso ou se precisarão de uma mesinha, se a televisão ficará disponível, luminárias, abajur, tapetes, carpetes, cortinas... são vários detalhes que precisam ser muito bem analisados.


Um bom começo é tentar descobrir o tipo de quarto que os dois gostariam de ter: minimalista, romântico, contemporâneo ou clássico. Lembrando sempre que é fundamental encontrar o equilíbrio entre os gostos de ambos.

Mas se na hora de dormir, as reclamações variam de cônjuges que se movimentam muito na cama e "roubam” a coberta a problemas com ronco, diferenças grandes de horários de dormir e acordar, insônia e até diferenças térmicas, as soluções para melhorar a qualidade de vida de ambos são simples: quartos separados ou camas separadas no mesmo quarto.

Afinal, a realidade é um pouco mais complexa do que o clichê romântico ou a convenção social que estabelece que casal bem-resolvido é aquele que dorme (ou faz tudo) junto. Na prática, o mais importante é viver bem e uma boa noite de sono é fundamental para isso.

Banheiro

Na divisão do banheiro, as diferenças dos casais se reforçam. Isso porque, via de regra, as mulheres são mais demoradas e os homens, por outro lado, mais bagunceiros.

Felizmente, para esse cômodo o tabu é menor: felicidade e intimidade conjugal não são sinônimos de banheiro compartilhado. Assim, é cada vez maior o número de casais que prefere ter uma suíte com dois banheiros ou um banheiro duplo, com duas pias e dois chuveiros.

“Realmente isso torna a vida do homem e da mulher mais confortável e prática”, afirmam as arquitetas Fabiana Visacro e Laura Santos, que também fazem questão de uma única ressalva caso você esteja pensando em adotar o modelo: “Os revestimentos e cores devem manter unidade, evitando-se a distinção, para que a sensação seja de harmonia. Nada de poluição visual”.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.