A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Sabrina Sato lança aplicativo de treinos e cuidados com a saúde

Com a entrada do casal Sato Nagle, o site Be Brave se torna um app com treinamentos físicos, guia de alimentação e de cuidados com a mente

Desde sua saída da terceira edição do Big Brother Brasil, Sabrina Sato vem diversificando sua carreira para além da televisão. Com um portfólio considerável de empresas nas quais ela investe, Sabrina acaba de dar um novo passo em seu portfólio de investimentos. Ao lado do marido, Duda Nagle, e do personal físico do casal, Marcio Lui, se tornam investidores na startup Be Brave e lançam o aplicativo Be Brave no Brasil. 

Fundado em 2019 por Gabi Dezan, Daniel Dezan, Isadora Cambraia, Gabriel Veloso Cambraia e Carlos Arruda, o Be Brave conta com mais de 5.700 assinantes em diversos países como Estados Unidos, China, Japão, Austrália, Turquia e regiões da Europa. A plataforma web based, agora se torna um aplicativo com a chegada de Sabrina, Duda e Marcio. 

Para a apresentadora, o app é o encontro ideal para quem deseja obter rotinas de treinos, equilíbrio nutricional e orientações de controle emocional. "É a união desses pilares traduzidos em uma plataforma digital única e inovadora. Muita gente me acompanhou diariamente em lives de exercícios no início da pandemia e agora juntos novamente podemos nos exercitar e cuidar da mente e bem-estar", comenta. 

Marcio Lui trará a metodologia de treinos do casal Sato Nagle para o app. Para Lui, o lançamento ressalta a importância de uma melhoria na qualidade de vida. "É uma forma fácil de mexer o corpo trazendo todas as informações necessárias como treinos, guia nutricional e cursos na palma da mão", comenta.

O aplicativo chega ao mercado com um custo por assinatura mensal de 14,90 dólares, em torno de 80 reais. Até o final deste ano os fundadores esperam 100 mil assinantes no Brasil. 

Segmento lucrativo 

Segundo estimativas da consultoria App Annie, o mercado de aplicativos de bem-estar registrou crescimento em 2020 e já movimenta mais de 150 milhões de reais no Brasil. No primeiro ano da pandemia, o volume de downloads dessas plataformas digitais no país chegou a 181 milhões, um crescimento de 45%, bem acima da média global, que ficou em 30%.

Em termos de tempo de uso, os brasileiros ficaram 170 milhões de horas nos apps, o que gerou uma movimentação financeira de cerca de 151 milhões de reais para esse nicho, fazendo dele um dos mais promissores, de acordo com a análise, para startups no pós-pandemia. 

Para se destacar no segmento, através de Machine Learning e Inteligência Artificial, o aplicativo Be Brave oferece aos usuários programas personalizados, de acordo com o perfil e objetivos específicos de cada pessoa. 

O app pretende atrair pessoas a partir de 18 anos até a terceira idade, com mais de 120 receitas, 450 vídeos de aulas de exercícios físicos, cursos sobre alimentação e bem-estar para todos os tipos de públicos, de várias idades. "Nossas aulas de exercícios físicos são acompanhadas por vídeos que são tutoriais que ajudam os praticantes a executar os exercícios de forma correta, evitando lesões e aumentando a performance", finaliza Carlos Arruda. 

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também