"Roma" faz história e leva Oscar de melhor filme estrangeiro

As rivais de "Roma" eram "Cafarnaum" (Líbano), "Guerra Fria" (Polônia), "A Sombra do Passado"(Alemanha) e "Shoplifters" (Japão)

Los Angeles - "Roma", de Alfonso Cuarón, venceu neste domingo o Oscar de melhor filme estrangeiro, tornando-se assim a primeira produção mexicana a ficar com a estatueta dourada nessa categoria.

As rivais de "Roma" eram "Cafarnaum" (Líbano), "Guerra Fria" (Polônia), "A Sombra do Passado"(Alemanha) e "Shoplifters" (Japão).

O encarregado de entregar o Óscar foi Javier Bardem, que fez o seu discurso completamente em espanhol.

"Não há fronteiras nem muros que freiem o engenho e o talento", disse o ator espanhol no palco do Teatro Dolby. "Em cada região do mundo há histórias que nos comovem e nesta edição comemoramos a excelência e a importância da cultura e do idioma de diferentes países", acrescentou.

Cuarón recebeu a estatueta dourada e provocou risos no auditório ao explicar que cresceu vendo filmes estrangeiros como "Cidadão Kane", "Tubarão" ou "O Poderoso Chefão". EFE

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.