Rio-2016 poderá ter até duas novas sedes para o futebol

A Fifa está preocupada com o desgaste que sofrerão os gramados das cinco sedes já definidas para a competição

Rio - A Olimpíada do Rio, em 2016, pode ter até duas sedes a mais para a disputa dos jogos de futebol. Responsável pela modalidade, a Fifa está preocupada com o desgaste que sofrerão os gramados das cinco sedes já definidas para a competição - seriam sete partidas do masculino e feminino por estádio em pouco mais de duas semanas -, e negocia a inclusão de mais estádios.

A definição deverá ser dada até fevereiro. O presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, chegou a dizer nesta quinta-feira que a inclusão de uma sede a mais era "certeza", mas depois mudou a palavra para "palpite".

E o dirigente foi mais longe, dizendo que dois estádios a mais são uma "possibilidade".

"Poderá ter mais uma cidade? Sim, pode ter uma, podem ter duas. Isso está sendo discutido com a Fifa e a CBF, porque tem um dado muito importante: é você ter a manutenção do campo de futebol. Se vamos ter chuvas, se vai estar com buracos, se precisa de tempo para recuperar", explicou, em encontro com jornalistas.

"Há um entendimento geral de que há riscos, e por isso se está tentando. Uma cidade (a mais) com certeza, não sei se duas. Nós sabemos que as semifinais e finais serão no Rio. Pode ser que tenha mais uma, mas aí já é palpite do que pode acontecer", considerou o dirigente.

As disputas de futebol no Rio serão realizadas no Maracanã. A inclusão também do Engenhão é uma possibilidade, mas remota. O estádio já sediará as provas de atletismo.

São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Salvador foram as outras cidades anunciadas anteriormente como sedes do futebol na Olimpíada.

Caso haja o acréscimo de uma ou mesmo duas cidades, elas serão escolhidas entre as outras sete que sediaram a Copa do Mundo. E, segundo Nuzman, elas já demonstraram interesse.

"Há muitas cidades interessadas, mas vamos ter que negociar com elas as condições se tivermos que fazer, mas sempre em conjunto com a Fifa e a CBF."

Na segunda-feira, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, disse que a capital gaúcha gostaria de ser uma das novas sedes - o Beira-Rio abrigou cinco jogos da Copa do Mundo -, mas revelou temor porque soube que "o caderno de encargos é muito pesado". Sobre isso, Nuzman desconversou.

"O estádio, sendo da Copa, nos dá certeza de que estará em condições. Tanto o campo quanto o estádio terão condições. Na hora em que forem distribuído os grupos, que é masculino e feminino, a Fifa vai estabelecer isso de acordo com o que cada cidade oferece", declarou o presidente do Comitê.

MUDANÇA - O Comitê Rio informou nesta quinta-feira que a prova de ciclismo contra o relógio dos Jogos, prevista para ocorrer no Aterro do Flamengo, mudou de local.

A largada será na praça Tim Maia, no Pontal da praia do Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste. Segundo a entidade, a intenção é diminuir o impacto na mobilidade urbana na zona sul da cidade, que já abrigará provas na Marina da Glória, Copacabana e Lagoa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também