Casual
Acompanhe:

Pistorius quase atirou em amigo em restaurante, diz imprensa

O atleta estava com a pistola de um amigo quando atirou acidentalmente


	Oscar Pistorius mostra medalha de ouro conquistada nos Jogos Paralímpicos de Londres: Pistorius foi acusado de matar a namorada em sua casa de Pretória
 (Ben Stansall/AFP)

Oscar Pistorius mostra medalha de ouro conquistada nos Jogos Paralímpicos de Londres: Pistorius foi acusado de matar a namorada em sua casa de Pretória (Ben Stansall/AFP)

D
Da Redação

Publicado em 22 de fevereiro de 2013, 13h10.

Johannesburgo - Oscar Pistorius, o atleta paralímpico acusado de ter assassinado a namorada na quinta-feira da semana passada, quase atirou em um amigo em um "acidente estranho" em um restaurante de Johannesburgo, um mês antes dos tiros que mataram a modelo Reeva Steenkamp, informa imprensa sul-africana.

Pistorius estava com a pistola de um amigo quando atirou acidentalmente, informou ao jornal Beeld seu amigo Kevin Lerena.

"Tomei um grande susto porque a bala atingiu o chão a poucos centímetros do me pé", disse Lerena, um boxeador profissional.

Pistorius foi acusado de matar a namorada em sua casa de Pretória. O tribunal decidirá na terça-feira se ele será liberado sob fiança.

A polícia descartou a tese de que Pistorius, de 26 anos, teria confundido a namorada com um ladrão.

O incidente do restaurante "foi apenas um acidente estranho", insistiu Lerena.

"O revólver pertencia a um de seus amigos... queria dar uma olhada", completou.

"Por alguma razão agarrou na calça, a trava soltou e tiro saiu. Não se pode dizer que foi negligência. Dias depois ele continuava pedindo desculpas", afirmou.