Casual

Morre Marlen Khutsiev, pai do moderno cinema soviético

Marlen Khutsiev foi autor de uma dezena de filmes que formaram as bases da nova onda soviética durante o desgelo após a morte de Stalin

Morre Marlen Khutsiev, pai do moderno cinema soviético (Dmitry SerebryakovTASS/Getty Images)

Morre Marlen Khutsiev, pai do moderno cinema soviético (Dmitry SerebryakovTASS/Getty Images)

A

AFP

Publicado em 19 de março de 2019 às 15h13.

Marlen Khutsiev, autor de várias películas de culto dos anos 1960 e pai da nova onda do cinema soviético, morreu em Moscou aos 93 anos, anunciou nesta terça-feira a União de Cineastas da Rússia.

"Viveu uma vida cheia de drama e alegria", declarou à AFP a porta-voz da Unión, Tatiana Nemchinskaya.

Marlen (acrônimo de Marx e Lênin) nasceu em 1925 na Georgia soviética. Seu pai era um bolchevique que morreu mais tarde nos expurgos stalinistas e sua mãe era uma aristócrata.

Ele foi autor de uma dezena de filmes que formaram as bases da nova onda soviética durante o desgelo após a morte de Stalin, em 1953.

"Primavera na rua Zarechnaya", lançado em 1956, o ano do relatório de Nikita Khrushchev sobre o culto à personalidade de Stalin, surpreendeu pelo realismo de sua história, a vida de uma jovem professora que chega a uma cidade de província para dar aulas noturnas aos operários.

O filme, visto por mais de 30 milhões de espectadores nos cinemas, foi cultuado na URSS.

Acompanhe tudo sobre:CinemaMortesRússia

Mais de Casual

Bar da Dona Onça terá menu degustação pela primeira vez

São Petersburgo se volta para turistas do Oriente

Após ter sido comprada por R$ 11,4 bi, Supreme é vendida para EssilorLuxottica por R$ 8,15 bi

Novo bar em SP de bartender influente e chef premiada é portal para a alta coquetelaria e boa comida

Mais na Exame