Lewis Hamilton já vive GP de São Paulo de Fórmula 1 como “brasileiro”

Acompanhamos a visita do heptacampeão mundial, agora cidadão honorário do Brasil, a uma escola estadual em São Paulo
 (Instituto Ayrton Senna/Divulgação)
(Instituto Ayrton Senna/Divulgação)
R
Rodrigo França

Publicado em 12/11/2022 às 15:26.

Última atualização em 12/11/2022 às 16:06.

Agora é oficial: Lewis Hamilton é cidadão honorário brasileiro. E a nova nacionalidade encaixou perfeitamente com a semana que antecede o GP São Paulo de Fórmula 1, que será disputado neste domingo em Interlagos.

Na quinta-feira 10, o heptacampeão mundial visitou a Escola Estadual Lasar Segall, na cidade de São Paulo, para conversar com estudantes: o trabalho realizado pela escola conta com o apoio da parceria firmada pelo Instituto Ayrton Senna com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

Lá, ele protagonizou uma cena digna de um grande ídolo brasileiro: acolheu um menino de 11 anos da escola estadual que chorou ao dizer que tinha ouvido “que não chegaria a lugar nenhum”.

Fórmula 1: veja os horários e onde assistir ao Grande Prêmio de São Paulo

O tênis do Senna: Asics lança modelo em hoemangem ao tricampeão de Fórmula 1

Emocionado com a história, Hamilton comentou que, quando estava na escola e não tirava boas notas, ouvia das pessoas que não teria sucesso. “Então, é preciso acreditar em si mesmo para poder ser tudo o que quiser. Hoje, vejo que educação é realmente essencial para aumentar as nossas oportunidades de futuro. Ela é a ferramenta capaz de expandir nossas mentes e nos fazer acreditar que podemos conquistar tudo o que quisermos”, completou Hamilton, que participou do evento junto com Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, educadores e estudantes.

Admiração por Ayrton Senna

Agora como “brasileiro”, Hamilton também viu de perto a inauguração de um mural criado pelo artista local Eduardo Kobra. O mural, que foi um presente para a escola, retrata o mais novo cidadão brasileiro Lewis Hamilton, segurando o capacete de seu ídolo Ayrton Senna, demostrando também sua conexão com o Brasil.

“O Ayrton sempre acreditou que o segredo do sucesso é a oportunidade. Ele me disse uma vez que não queria ser uma pessoa que dá certo em um país que não dá, e que queria dividir a oportunidade que ele teve com outras pessoas”, contou Viviane.

Temas sociais, preocupação com meio ambiente e combate ao racismo tem sido uma constante na carreira de Lewis Hamilton – como contamos em um bate-papo exclusivo com o piloto em 2019.

Mas o Hamilton “brasileiro”, que visita escolas estaduais, comunidades carentes no Rio e foi até Brasília receber seu título de cidadão, mostra que de fato a conexão sua com o país, que começou admirando o ídolo Ayrton Senna, está mais forte do que nunca. E foi justamente em solo brasileiro onde ele mesmo disse que conquistou uma de suas maiores vitórias da vida, no GP São Paulo de 2021. Será que neste ano a primeira vitória da temporada sairá justamente “correndo em casa”?

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.