Copa no Catar: gramados exigem estádios refrigerados e água dessalinizada

O evento de 28 dias começa em novembro, talvez a época mais desafiadora do ano para gramados, já que o clima do Catar passa do verão escaldante para o inverno ameno
 (Ibraheem Al Omari/Reuters)
(Ibraheem Al Omari/Reuters)
Por ReutersPublicado em 21/02/2022 11:57 | Última atualização em 21/02/2022 11:59Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O inverno chegará mais cedo aos estádios de futebol no quente Catar quando os responsáveis pelos campos soprarem ar gelado a partir de setembro para garantir que o gramado esteja nas melhores condições para a Copa do Mundo.

Tenha acesso agora a todo material gratuito da EXAME para investimentos, educação e desenvolvimento pessoal.

Imitar o inverno no Estado do Golfo, onde as temperaturas podem chegar a 40 graus Celsius no outono, é um truque que os especialistas introduziram nos últimos 14 anos para melhorar a qualidade do gramado e aumentar o número de campos de futebol.

Uma equipe de elite agora mantém 144 campos verdes e exuberantes --oito campos de estádio e 136 campos de treinamento. Eles sopram ar gelado através de bicos diretamente no gramado, garantindo manchas verdes exuberantes em meio ao pardo ou cinza do deserto e do concreto do Catar.

"As condições do tempo e o clima, juntamente com o nível de critérios de desempenho que estabelecemos para nós mesmos, tornam extremamente desafiador desenvolver o produto de que precisamos. Mas conseguimos", disse Haitham Al Shareef, engenheiro civil sudanês que trabalha nos campos do Catar desde 2007.

Preparar o gramado para a Copa do Mundo, que acontece pela primeira vez no Oriente Médio, tem um custo ambiental.

O Catar transporta anualmente 140 toneladas de sementes de grama dos Estados Unidos em aeronaves climatizadas, disse Al Shareef, e os campos são regados com água do mar dessalinizada, em um processo de uso intensivo de energia.

Cada campo requer 10.000 litros de água dessalinizada diariamente no inverno e 50.000 litros no verão, acrescentou.

O evento de 28 dias começa em novembro, talvez a época mais desafiadora do ano para gramados, já que o clima do Catar passa do verão escaldante para o inverno ameno.

O Catar diz que está preparado para qualquer emergência. Uma reserva de grama de 425.000 metros quadrados --cerca de 40 campos de futebol-- está crescendo em uma fazenda ao norte de Doha.