Com salários atrasados, jogadores do Internacional boicotam treino

Ação foi liderada pelo atacante Taison
Internacional: jogadores estão com três meses de direito de imagem atrasados (MB Media/Getty Images)
Internacional: jogadores estão com três meses de direito de imagem atrasados (MB Media/Getty Images)
A
Agência O Globo

Publicado em 01/06/2022 às 12:46.

Última atualização em 01/06/2022 às 13:55.

Com salários atrasados, os jogadores do Internacional boicotaram o treinamento desta quarta-feira. Os atletas deixaram o CT Parque Gigante após não receberem pelo menos três meses de direito de imagem. A ação foi liderada pelo atacante Taison.

De acordo com a rádio Bandeirantes, houve conversa tensa dentro do vestiário e foi decidido que os jogadores sequer iriam a campo. O presidente Alessandro Barcellos, que esteve no local, teria ficado irritado com a ação dos atletas por expor a situação.

LEIA TAMBÉM: Jogos de futebol hoje, quarta-feira, 1º; onde assistir ao vivo e horários

Um grupo de atletas estaria a favor dos treinos, mas os líderes e mais experientes jogadores, como Taison e Rodrigo Moledo, não permitiram que a atividade acontecesse.

O vice-presidente de futebol do Inter, Emilio Papaleo Zin, não estava presente nas dependências do clube e foi visto, pelos repórteres gaúchos, chegando às pressas em seu carro para debater a situação e resolver o problema.

LEIA TAMBÉM:

Neymar leva pisão em treino da Seleção e vira dúvida para amistoso contra a Coreia

Libertadores: confrontos das oitavas de final definidos; veja resultado

Sul-Americana: confrontos das oitavas de final definidos; veja resultado

Presidente de La Liga reclamará à Uefa por negociação entre PSG e Mbappé