A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Casal Rueda lança marca de embutidos e hot dogs na Lanchonete da Cidade

Presentes em três versões de hot dogs, sem conservantes ou corantes, as salsichas do Frigorífico Porco Real são feitas com porco caipira criado solto

Após 6 anos desde a abertura d’A Casa do Porco e da lanchonete Hot Pork, no centro de São Paulo, e prêmios como o francês La Liste e entre os 50 melhores restaurantes da América Latina e do mundo, Jefferson Rueda acaba de lançar sua marca de embutidos, o Frigorífico Porco Real. A fim de disseminar os produtos sem adição de conservantes, Rueda criou três lanches para a Lanchonete da Cidade.

Os cachorros-quentes assinados pelos chefs Jefferson e Janaína Rueda são feitos com salsicha exclusiva para a Lanchonete, sem conservantes ou corantes, feita com porco caipira criado solto. 

O ingrediente faz presença em três hot dogs, como o Late Late (33 reais), uma homenagem ao sanduíche vendido nos carrinhos de rua e que reúne purê de batata, parmesão, milho, ervilha, ketchup, mostarda, maionese, chips de batata. 

Ainda em parceria com Jefferson e Janaína, a Lanchonete da Cidade oferece um hambúrguer de porco caipira, o Pig Big (39 reais), com dois burgers smash de porco caipira, alface, queijo, molho especial, cebola, picles no pão com gergelim.

Os lançamentos da lanchonete também incluem a primeira marca especializada em milk shakes da cidade, a Urbana Milkshakeria. São sete receitas (duas delas veganas) desenvolvidas em parceria com o casal Rueda. Todas já presentes nos cardápios das unidades.

Feitos sem corantes, aromatizantes artificiais, gordura vegetal e conservantes, um dos destaques é o milk shake de Frutas Amarelas (32 reais/400 ml), elaborado com calda de frutas amarelas, sorbet de maracujá batido com leite de amêndoa, coberto com espuma de leite de coco com maracujá e finalizado com frutas amarelas.

Milk shake de frutas amarelas.

Milk shake de frutas amarelas. (Rodrigo Pitta/Divulgação)

A Casa do Porco

Após meses com as casas fechadas no ano passado, Rueda e sua esposa Janaína contam com mais três empreendimentos: o Bar da Dona Onça, a lanchonete Hot Pork e a Sorveteria do Centro, o prêmio vem como um estímulo. 

“Ficamos quase quatro meses fechados, mas depois disso realmente foi preciso voltar ao trabalho. Antes da pandemia tínhamos dinheiro em caixa e nenhuma dívida, mas com ela passamos a ter, e uma muito grande. Com o valor daria para abrir mais duas Casas do Porco. Vamos ficar três anos sem lucro, vivendo com salários pequenos, como pró-labore. Tudo bem. Seguimos pela paixão. E em casa cortamos tudo que é supérfluo. Tudo para continuar a trabalhar em prol da cozinha brasileira”, disse Janaína em entrevista à EXAME no final do ano passado. 

Ainda com as preocupações de caixa, o último ano trouxe um ritmo mais leve. Com a compra do Sítio Rueda Jefferson se recolheu para plantar e criar, dando mais um passo na defesa da economia regenerativa que pratica há décadas em parceria com pequenos produtores. 

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também