Nubank já teve 155 contratações na quarentena. E ainda tem vagas abertas

Sem sair de casa e de todo o mundo: os novos funcionários do Nubank começam o trabalho com kit de boas-vindas e home office

Mesmo com a pandemia do coronavírus, o Nubank não parou de contratar. Com a empresa toda em home office, os novos funcionários foram contratados e recebidos na empresa de forma remota.

Desde 12 de março, foram 155 “nuvinhus”, como são chamados os recém-contratados na startup, de diversos lugares – do mundo e do Brasil: a integração virtual já foi realizada com pessoas de seis nacionalidades diferentes, incluindo um croata e um indiano no escritório de Berlim, e de cinco estados brasileiros, incluindo Rondônia.

Segundo Os Fuentes, VP e Head Global de Aquisição de Talentos do Nubank, os desafios do momento trouxeram a oportunidade de aperfeiçoar o processo de onboarding remoto e virtual.

“Nossos Nuvinhus recebem tudo que precisam para seu sucesso enquanto estamos trabalhando das nossas casas, garantindo que todas as nossas interações sejam significativas e que nossos valores não sejam diluídos nesse período”, conta ele.

Os contratados, não importa onde estivessem, receberam caixas com tudo o que vão precisar para começar o trabalho: computador, adaptador, fone de ouvido, caneca, camiseta, caderno e adesivos.

Assim, mesmo de longe, eles estão equipados e integrados com a cultura da empresa. Com os kits, os funcionários estão prontos para um dia de apresentações dos valores do Nubank, da estrutura organizacional, ferramentas do dia a dia e produtos.

“Com toda a incerteza ao nosso redor, essa também é uma oportunidade única para alcançar a comunidade global de talentos e líderes de diferentes grupos de diversidade que estão animados em embarcar em uma jornada com uma empresa que está tendo um impacto socioeconômico único nas regiões onde atua”, comenta Fuentes.

A startup ainda tem vagas abertas para os escritórios em São Paulo e no México, mesmo que no momento todos comecem em casa. Existem oportunidades nas áreas de negócios, excelência do cliente, design, engenharia, suporte de pessoas, gestão de risco e o banco de talentos para pessoas com deficiência.

O VP comenta que, apesar do choque sentido pela economia global, a startup continua otimista que vai sair da pandemia em ótima forma: “Portanto, contratar talentos de todo o Brasil e ao redor do mundo se tornou ainda mais importante para o Nubank. Optamos por concentrar nossos esforços de aquisição de talentos nas funções prioritárias e que fornecerão o impacto mais estratégico em nosso sucesso futuro”.

Confira as vagas abertas no site de carreira da empresa.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.