Carreira

“Asterisco” ou “asteristico”: qual é o certo?

Utilizar a grafia correta das palavras é essencial para uma comunicação clara e profissional

Erros de escrita podem prejudicar a credibilidade e a compreensão do texto (Chadchai Ra-ngubpai/Getty Images)

Erros de escrita podem prejudicar a credibilidade e a compreensão do texto (Chadchai Ra-ngubpai/Getty Images)

Publicado em 28 de junho de 2024 às 08h39.

A língua portuguesa é rica e complexa, e algumas palavras podem gerar dúvidas quanto à sua grafia correta. Um exemplo comum é a confusão entre “asterisco” e “asteristico”. Saber a forma correta de escrever essa palavra é fundamental para evitar erros em comunicações escritas. A seguir, explicamos qual é a grafia correta e por que essa confusão é frequente.

A forma correta: asterisco

A forma correta é “asterisco”. A palavra tem origem no grego “asterískos”, que significa “pequena estrela”. Em português, “asterisco” é o símbolo (*) utilizado frequentemente em textos para indicar notas de rodapé, correções ou informações adicionais.

Exemplo de uso:

  • “Veja a nota ao final da página indicada pelo asterisco.”

A forma incorreta: asteristico

A forma “asteristico” está incorreta e não existe no vocabulário da língua portuguesa. Esse erro ocorre frequentemente devido à pronúncia equivocada, que adiciona um som de “i” entre as sílabas “tris” e “co”.

Por que a confusão acontece?

A confusão entre “asterisco” e “asteristico” ocorre principalmente por causa da pronúncia coloquial e da influência de erros comuns de fala. A adição do som de “i” é um fenômeno linguístico conhecido como epêntese, onde um som extra é inserido em uma palavra para facilitar a pronúncia.

Como evitar o erro

Para evitar o erro, é importante praticar a pronúncia correta da palavra “asterisco”. Aqui estão algumas dicas:

  • Divida a palavra em sílabas: As-te-ris-co.
  • Repita a palavra em voz alta: Pratique a pronúncia correta até que se torne natural.
  • Leia e escreva: Use a palavra corretamente em diferentes contextos para reforçar a grafia correta.

Outras palavras com confusões similares

A confusão entre “asterisco” e “asteristico” não é única na língua portuguesa. Outras palavras também sofrem com erros semelhantes devido à pronúncia coloquial, como:

  • “Beneficente” e “beneficiente”
  • “Substantivo” e “substantitivo”
  • “Excesso” e “exesso”

Esses exemplos mostram que é comum a adição ou omissão de sons na fala, o que leva a erros na escrita. A melhor maneira de evitar esses erros é estar atento à grafia correta e praticar regularmente.

Importância do uso correto

Utilizar a grafia correta das palavras é essencial para uma comunicação clara e profissional. Erros de escrita podem prejudicar a credibilidade e a compreensão do texto. Portanto, ao escrever documentos, e-mails ou qualquer tipo de comunicação, sempre verifique a grafia correta das palavras.

O que podemos concluir?

A forma correta de escrever é “asterisco”. A confusão com “asteristico” é um erro comum, mas facilmente evitável com prática e atenção. Manter-se atento às regras gramaticais e à grafia das palavras garante uma comunicação eficaz e livre de erros. Para reforçar o aprendizado, pratique a leitura e a escrita correta das palavras, garantindo assim uma maior precisão no uso da língua portuguesa.

Acompanhe tudo sobre:Dicas de PortuguêsDicas de carreiraGuia de Carreira

Mais de Carreira

Veja 6 estratégias essenciais para empreender no Brasil, segundo o treinador Bernardinho

Da roça para Paris: a história inspiradora do atleta “Maranhão” que irá disputar as Olimpíadas

De estilista a presidente: os 4 passos para alcançar o sucesso, segundo a CEO do Grupo Malwee

Arteris investe em educação corporativa para lidar com desafios de diversidade geracional

Mais na Exame