Evento grátis ensina como imigrar para os EUA, com Green Card de trabalho

Estados Unidos estão mais abertos para profissionais qualificados ou da área de tecnologia e saúde

O que é preciso para conseguir o visto de morador permanente apenas com habilidades profissionais nos Estados Unidos? Quais documentos são necessários? Quais carreiras são promissoras por lá? 

Essas dúvidas são comuns entre profissionais que desejam mudar para o país por conta própria, sem ter sido transferido por uma empresa, por exemplo. 

Essas e outras dúvidas serão sanadas por consultores especializados em imigração, em um evento no dia 18 de setembro promovido pela assessoria legal imigratória D4U USA Group.

No evento, os consultores vão oferecer rodadas de atendimentos individuais tirando dúvidas sobre imigração, os tipos de vistos que dão acesso direto ao Green Card (como é chamada a autorização permanente), o que é exigido pelo Governo Americano e a orientação para fazer um planejamento fiscal.

A categoria de visto oferecida a profissionais levando em conta o critério do trabalho é chamada de EB2, que tem sido facilitado pelo governo Biden, para sanar um déficit de profissionais de tecnologia e saúde. Isso porque são profissões consideradas de interesse nacional.

Para conseguir o Green Card, não é necessário já ter um convite de emprego por lá, mas esse ponto pode ser um facilitador. Se o caminho for esse, passa por um ponto chave: buscar profissões com alta demanda no país.

O setor de TI, nos Estados Unidos, teve em 2020 mais de 1,4 milhões de oportunidades, mas a formação de pessoas na área não tem dado conta. 

Segundo o relatório The General State of the Global Talent Shortage in 2020, o país teve "apenas" 400 mil formados em tecnologia no ano.

O relatório também mostra que houve um aumento de 28% de novos empregos do setor no último ano. Outras áreas que têm alta demanda no país são fisioterapia, odontologia e e cuidados com saúde em geral.

Quem não for da área de tecnologia ou de saúde, mas tem boa experiência também pode tentar o visto. Esse é um perfil que também costuma receber a aprovação.

Segundo a D4U USA Group, pode ser umas seguintes opções:

  • Ter bacharel e ter cinco de anos de experiência no mercado;
  • ter bacharel e alguma pós-graduação;
  • ou até mesmo não ter uma faculdade, mas ao menos 10 anos de experiência.

Nos últimos 10 anos, os Estados Unidos receberam quase 5 milhões de pedidos de vistos permanentes. 

O Brasil já é o 4º país que mais teve requisições de vistos de trabalho. Segundo relatórios do Escritório do Departamento do Estado Americano para Assuntos Consulares, em 2019, 1.389 vistos de trabalho foram emitidos para brasileiros na categoria EB2, e esse número passou para 1.899 em 2020, representando um salto de 36% de profissionais que receberam permissão de viver e trabalhar em solo americano.

Como se inscrever

O evento, gratuito, acontecerá durante todo o sábado, das 10 às 18 horas, no escritório da D4U USA São Paulo, localizado na Avenida Marquês de São Vicente, 2219, no 3º andar. 

Para participar é preciso realizar o agendamento pelo e-mail atendimento@d4uusa.com e utilizar o código SP18D4U no assunto da mensagem.

Dicas de carreira, vagas e muito mais

Você já conhece a newsletter da EXAME Academy? Você assina e recebe na sua caixa de entrada as principais notícias da semana sobre carreira e educação, assim como dicas dos nossos jornalistas e especialistas.

Toda terça-feira, leia as notícias mais quentes sobre o mercado de trabalho e fique por dentro das oportunidades em destaque de vagas, estágio, trainee e cursos. Já às quintas-feiras, você ainda pode acompanhar análises aprofundadas e receber conteúdos gratuitos como vídeos, cursos e e-books para ficar por dentro das tendências em carreira no Brasil e no mundo.

Quer receber as dicas de carreiras, vagas de emprego e ficar por dentro das tendências do mercado de trabalho? Assine a newsletter aqui.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também