Aprenda inglês britânico e americano com esta série da Netflix

Você consegue entender a piada sobre o inglês americano na série da Netflix “A Maldição da Mansão Bly”? Professor ensina que diferenças vão além do sotaque

“Mrs. Grose, my trousers got wet in the graveyard, and Miss Clayton said I wet my pants. Because in America, “pants” mean “trousers”. She said I wet my pants like a baby.”

Você também conseguiu entender a piada que a pequena Flora fez sobre o inglês americano da Miss Clayton, na nova série de terror da Netflix, “A Maldição da Mansão Bly”?

Existem algumas palavras que são diferentes entre o inglês britânico e o americano, e é preciso tomar cuidado, porque às vezes elas podem ter significados distintos. No exemplo acima, “get one’s trousers wet” significa “molhar as calças” (com um líquido qualquer), enquanto “wet one’s pants” significa “fazer xixi nas calças”.

Por isso é importante que você se prepare, e esta série é ótima para você praticar o inglês britânico com o seu sotaque e todas as pronúncias que diferem do inglês americano. Então se você for viajar para um dos dois países, ou se for maratonar a série nos próximos dias, dê uma olhada no guia abaixo para não se confundir.

ESCRITA

Algumas palavras têm o mesmo significado, mas são escritas de maneiras diferentes.

1. Palavras que terminam em -or no inglês americano terminarão em -our no britânico: color x colour, behavior x behaviour, humor x humour, etc.

2. Palavras que terminam em -er no inglês americano terminarão em -re no britânico: center x centre, meter x metre, theater x theatre, etc.

3. As que terminam em -yze no americano terminarão em -yse no britânico: analyze x analyse, paralyze x paralyse, etc.

COMIDA

Se você quiser comer batata frita, vai pedir as famosas “french fries” em inglês americano, mas no britânico você vai pedir por “chips”. Mas cuidado: se pedir por “potato chips” no americano, vai receber aquelas batatinhas de salgadinho (e se quiser as mesmas batatinhas no britânico, você vai pedir por “crisps”).

E de sobremesa, que tal um biscoito? No inglês americano você vai pedir por um “cookie”, enquanto no britânico será “biscuit”.

ROUPAS

Não são apenas trousers e pants que são diferentes… O tênis é conhecido como “sneakers” no inglês americano, e “trainers” no britânico. Já o suéter é chamado de “sweater” no americano, e “jumper” no britânico.

MORADIA

Como você diria que mora em um apartamento no primeiro andar?

British English: I live in a flat on the first floor.
American English: I live in an apartment on the second floor.

Pois é! Além da diferença entre “flat” e “apartment”, também existe uma diferença na contagem dos andares. No inglês britânico o térreo é conhecido como “ground floor”, e depois seguimos a contagem normalmente a partir do primeiro andar (“first floor”). Já no inglês americano o térreo é conhecido como “first floor”, e a contagem continua a partir daí.

Ah, e lembre-se: se precisar de elevador, você vai pegar um “elevator” no inglês americano e um “lift” no britânico.

CIDADE

E este é um guia básico para você andar pela cidade:

AMERICAN ENGLISH

BRITISH ENGLISH

TRANSLATION

Taxi

Cab

Táxi

Subway

Underground / The Tube

Metrô

Drugstore

Chemist’s

Farmácia

Sidewalk

Pavement

Calçada

Gas

Petrol

Gasolina

OBS: Claro que existem muitas outras palavras diferentes, regras e exceções, esses foram apenas alguns exemplos. Meu conselho é: escolha aquele que você provavelmente vai usar com mais frequência (inglês americano ou britânico) e torne-se proficiente, mas saiba algumas das principais diferenças quando for necessário.

Michel Rosas é formado em Publicidade e Propaganda pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, é coordenador de marketing e comunicação na Companhia de Idiomas e professor de inglês há 13 anos. É especialista em estratégias de engajamento e nutrição pela Northwestern University e estratégias de marketing de conteúdo pela Universidade da Califórnia, assim como vários cursos de análise estratégica e utilização de ferramentas de marketing digital. Também é colunista de inglês na Exame.com.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.