A página inicial está de cara nova Experimentar close button

5 carreiras que estão em alta com a crise hídrica

A crise hídrica aumentou a importância de profissionais das áreas de sustentabilidade e gestão de recursos naturais

Com uma crise hídrica estabelecida em diversos estados, profissionais ligados à gestão de recursos ambientais e ao aumento da eficiência na produção industrial se tornaram estratégicos para garantir que a escassez de água não prejudique os resultados das empresas em 2015.

Rever processos de uso de água e energia elétrica, identificar oportunidades de economia e propor soluções inovadoras são atividades que as companhias estão estimulando e valorizando. “Minha missão é revisar os diversos processos da indústria para evitar desperdício e diminuir custos, o que está diretamente associado aos resultados”, diz Fabrício Cesário, de 40 anos, gerente-geral de processos na ­ThyssenKrupp CSA, siderúrgica situada no distrito industrial de Santa Cruz, no Rio de Janeiro.

Depois de refazer ligações e ajustes para melhorar o reaproveitamento da água na unidade, a companhia diminuiu em 20% seus gastos com o recurso. “O reúso vai ser a grande tecnologia para resolver a crise hídrica”, diz José Otávio Menten, coordenador do curso de engenharia agronômica da Universidade de São Paulo.

Empresas que passam a se preo­cupar com o assunto agora estão reforçando suas equipes, o que tem aumentado o número de propostas de emprego para profissionais especializados na boa gestão de recursos e matérias-primas. “Nos últimos seis meses, venho recebendo pelo LinkedIn pelo menos três propostas de emprego por semana para cargos ligados à gestão hídrica”, diz Alyson Carvalho, de 27 anos, engenheiro eletricista da equipe responsável pela implantação do sistema de tratamento de chuva e esgoto no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Para quem se interessa pela área, uma boa notícia é que as empresas estão dispostas a investir em formação. No caso da equipe de sustentabilidade do Sírio-Libanês, a instituição subsidiou especializações e pós-gradua­ções para capacitar sua equipe de sustentabilidade. “Arcamos com 70% dos custos”, diz Fabio Patrus Pena, superintendente de gestão de pessoas e qualidade do hospital.

Vale lembrar que as posições não estão restritas à área técnica e devem se manter em alta pelo menos até meados de 2016, prazo mínimo para que os reservatórios recuperem seus níveis normais. 

Diretor de engenharia  de meio ambiente
 
• Salário 21 500 
 
• Atuação Indústria
 
• O que faz: Desenvolve planos para a área de engenharia do meio ambiente. Orienta a equipe tecnicamente, controla custos 
e cronogramas e melhora o uso dos recursos. Analisa relatórios para a tomada de decisões e representa a empresa em reuniões sobre preservação ambiental.
 
• Formação: Engenharia Química e ambiental
 
Gerente de meio ambiente
 
• Salário 6 200
 
• Atuação Indústria e área corporativa 
 
• O que faz: Planeja e gerencia projetos de preservação, administração de resíduos e programas de reciclagem de matérias-primas. Elabora estratégias e acompanha procedimentos para reduzir a poluição e tratar efluentes.
 
• Formação: Engenharia Ambiental e florestal, ciências biológicas, direito ou agronomia.
 
Gerente de produção
 
• Salário 7 600
 
• Atuação Indústria
 
• O que faz: É o profissional responsável por assegurar o cumprimento das metas de produção, dentro dos padrões de qualidade, quantidade, custos e prazos estabelecidos pela empresa. Por essa razão, desenvolve processos para evitar o desperdício de matérias-primas.
 
• Formação: Engenharia de produção, gestão de produção e admnistração. 
 
Consultor ambiental 
 
• Salário 3 400 
 
• Atuação Indústria, construção civil e área corporativa 
 
• O que faz: Presta consultoria em projetos de gestão ambiental. Define o plano de gerenciamento de resíduos e elabora processos para o tratamento de efluentes, acompanhando as análises físico-químicas e e microbiológicas necessárias. 

 
• Formação: Biologia, geologia, geografia, engenharia ambiental e agronômica. 
 
Gerente de qualidade
 
• Salário 6 200
 
• Atuação Indústria
 
• O que faz: É o profissional responsável pela gestão de qualidade e segurança nas indústrias automobilística, petroquímica, eletroeletrônica e alimentícia,  que busca obter certificações de qualidade e eficiência. 

 
• Formação: Administração ou engenharia. 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também