Meta para 2021? Mais equilíbrio entre trabalho, família e autocuidados

Pesquisa da Nestlé mostra que 73% das pessoas querem manter harmonia entre hábitos adquiridos na pandemia e a rotina anterior

O momento do tradicional balanço de fim de ano chegou. E, sem dúvida, será desta vez muito diferente do habitual. 2020 foi um ano de mudanças para todos e talvez seja para sempre um divisor de águas. Tivemos que rever hábitos, rotinas, formas de trabalho, vida em família e atividades de lazer, mas também foi um estímulo para repensarmos nossa qualidade de vida de forma definitiva. Isto porque este novo cenário nos trouxe mais do que o distanciamento e a maior permanência em casa. Trouxe um despertar para a importância do autocuidado, de uma vida mais harmônica, e fez do equilíbrio a palavra-chave para manter a saúde física e mental.

Um levantamento conduzido pelo C.Lab, laboratório de pesquisas in house da Nestlé, com 600 pessoas em todas as regiões do Brasil (homens e mulheres entre 25 e 55 anos), apontou que 73% dos entrevistados querem manter a harmonia entre os hábitos adquiridos no isolamento e a rotina anterior à pandemia. Ou seja, quase todo mundo quer um maior equilíbrio entre trabalho, família, amigos e autocuidados, o que demonstra que a vida pós-pandemia vai ser uma mistura do que queremos de volta e de coisas que mudamos e queremos muito manter.

Definitivamente foi um ano para reaprender a viver. Ele trouxe a necessidade de rever o que é importante, de se reconectar consigo mesmo e repensar os propósitos e desejos – uma reflexão apontada por 9 em cada 10 entrevistados do estudo. Muitos abriram espaços na agenda e na mente para buscar novas atividades que trouxessem sensações como bem-estar, tranquilidade, equilíbrio, cuidado e fé, em contraponto a sentimentos como preocupação e ansiedade. E no top 5 dessas atividades que serviram de válvula de escape e que as pessoas pretendem manter estão as seguintes: assistir a filmes, séries, shows e lives; descansar mais e dormir bem; cuidar mais da alimentação; valorizar mais a família e amigos; e praticar exercícios físicos. Comer coisas mais gostosas, ler mais, rezar ou buscar espiritualidade e até mesmo um bom papo com amigos são outras atividades citadas como essenciais nesse período.

E se tem algo que os momentos difíceis nos proporcionam são aprendizados. Aqui surgem os sentimentos de uma sociedade que vem enfrentando o momento com resiliência, força e fé. A experiência desse período alertou para a importância de cuidar da mente e da saúde emocional: 75% dos respondentes passaram a vê-la com a mesma importância da saúde física. E, ainda, 61% deles reconheceram que começaram a cuidar mais do equilíbrio entre corpo e mente ao longo deste ano.

Por fim, estar em casa também resultou em um novo olhar para a alimentação. Enquanto 74% dos entrevistados começaram ou aumentaram os cuidados com a alimentação, 64% pretendem manter os novos hábitos saudáveis adquiridos nos últimos meses. Mais da metade (53%) dos entrevistados ainda afirmam que têm se alimentado melhor, enquanto 35% dizem que estão consumindo maior quantidade de suplementos e alimentos fortificados com vitaminas e minerais.

Todos esses achados são parte da pesquisa que integra o projeto “Sinta-se Mais”, da marca MOLICO, que mantém uma série de ações voltadas ao incentivo do autocuidado e da rotina de hábitos mais saudáveis. Também é parte do projeto a plataforma MOLICO MOVE, um método de fortalecimento para o corpo e mente que lançamos este ano e trouxe aulas para se soltar, relaxar, dançar, alongar, meditar e restaurar. Em um momento em que a sociedade cada vez mais valoriza atitudes diferenciadas e mudanças de hábito, é papel de todos nós pensarmos em novas experiências que incentivem um número cada vez maior de pessoas a perceber os benefícios de uma vida mais leve e equilibrada.

*Carine Mahler é diretora de Marketing para Nutrição Diária Especializada sob as marcas NINHO e MOLICO, na Nestlé Brasil

 Assine os Boletins da Bússola

Siga Bússola nas redes:  InstagramLinkedin  | Twitter  |   Facebook   |  Youtube 

 

Mais da Bússola:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.