• AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
  • AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
Abra sua conta no BTG

Fiocruz e Butantan aguardam insumos para vacina nos próximos dias

Seria desejável que a CPI pudesse oferecer sugestões concretas sobre o que fazer para evitar dependência no futuro
Debate sobre a dependência do Brasil de insumos importantes está sendo relegada na comissão da CPI da Covid (Reuters/Amanda Perobelli)
Debate sobre a dependência do Brasil de insumos importantes está sendo relegada na comissão da CPI da Covid (Reuters/Amanda Perobelli)
Por Da RedaçãoPublicado em 17/05/2021 19:26 | Última atualização em 17/05/2021 19:33Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Por Alon Feuerwerker*

A boa notícia do momento é que nos próximos dias devem chegar lotes do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para a produção de vacinas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pelo Instituto Butantan (leia). Quem diz é o Ministério da Saúde.

A AstraZeneca/Oxford e a Coronavac dependem de importar o produto. E num quadro internacional de escassez relativa de vacinas isso é um permanente desafio.

Alentador que já esteja contratada para futuro próximo a situação na qual o Brasil conseguirá produzir vacinas sem depender desse tipo de importação. Aliás, é um debate que vem sendo relegado na Comissão Parlamentar de Inquérito no Senado da covid-19.

O depoimento da Pfizer foi claro ao descrever a lentidão das respostas do governo federal. Mas infelizmente não pôde esclarecer por que a oferta de imunizantes ao Brasil foi de início tão desproporcional ao que se ofereceu, por exemplo, para os Estados Unidos.

Além da verificação de responsabilidades a respeito de ações passadas, será positivo se a CPI puder oferecer sugestões concretas e caminhos sobre o que o Brasil precisará fazer para essa situação de dependência aguda ser evitada no futuro, em situação semelhante.

*Alon Feuerwerker é analista político da FSB Comunicação

Siga Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter  |   Facebook   |  Youtube