Um conteúdo Bússola

Existem 90 mil oportunidades para profissionais com estas habilidades

No Brasil, segundo o LinkedIn, existem mais de 90 mil vagas que exigem pensamento analítico e capacidade de resolver problemas
 (Edward Smith/Getty Images/Getty Images)
(Edward Smith/Getty Images/Getty Images)
B
BússolaPublicado em 01/03/2022 às 16:26.

Com o mercado evoluindo rapidamente, profissionais precisam se manter capacitados para desenvolver novas funções. De acordo com dados sobre vagas publicadas no LinkedIn, mais de 90 mil requerem habilidades de pensamento analítico e resolução de problemas. Diante dessa necessidade, o ITuring, edtech focada em carreiras digitais, oferece um curso específico que desenvolve e aprimora essas habilidades de forma prática no valor de R$ 270 com certificado e feedback de especialistas.

Para conquistar oportunidades relevantes nesse mercado, é necessário aprender técnicas e desenvolver de forma prática essas habilidades, incluindo as mais complexas. Diferente do que muitos podem acreditar, pensamento analítico e resolução de problemas não são talentos, mas sim habilidades que podem ser desenvolvidas, possuindo técnicas e frameworks que podem ser aplicados na rotina profissional.

“Pensamento analítico e resolução de problemas são habilidades essenciais para profissionais de negócios de várias áreas como produto, marketing, processos, vendas, tecnologia, por exemplo”, afirma Tadeu Rocha, instrutor do ITuring.

Para a consultoria global McKinsey, essa realidade também é reforçada por meio de suas pesquisas, que apontam a necessidade de pensamento crítico e capacidade de processamento de informações complexas. A pesquisa ainda afirma que novas posições de trabalho serão criadas e, ainda assim, estarão dentro desse conjunto de competências.

Segundo Rocha, startups destacam a necessidade de pessoas capacitadas nessas áreas. “Hoje elas são umas das mais requisitadas em função do impacto que exercem no dia a dia do profissional e da empresa, potencializando até mesmo, o crescimento escalável”, declara o instrutor.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube