Tebet: brasileiro optou por 2 turnos, mas eu e Mara entramos e saímos gigantes

A chapa Simone Tebet e Mara Gabrilli ficou em terceiro lugar atrás de Lula e Bolsonaro, com 4,2% dos votos válidos
Ao lado da vice, Simone Tebet emocionou-se ao lembrar das dificuldades que teve de enfrentar para pode oficializar sua candidatura (SERGIO LIMA/AFP)
Ao lado da vice, Simone Tebet emocionou-se ao lembrar das dificuldades que teve de enfrentar para pode oficializar sua candidatura (SERGIO LIMA/AFP)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 03/10/2022 às 08:38.

A senadora Simone Tebet (MS), candidata à Presidência da República pelo MDB, reconheceu na noite deste domingo que a vontade soberana do povo brasileiro optou por dois turnos para a eleição para presidente, mas que ela e sua vice, Mara Gabrilli (PSDB), entraram e saíram gigantes do pleito.

A chapa Simone Tebet e Mara Gabrilli ficou em terceiro lugar atrás de Lula e Bolsonaro, com 4,2% dos votos válidos com uma votação de quase 4,6 milhões de votos.

Ao lado da vice, Simone Tebet emocionou-se ao lembrar das dificuldades que teve de enfrentar para pode oficializar sua candidatura e disse que a chapa que formou com a tucana Mara Gabrilli foi uma forma de mostra que as mulheres, a partir de agora, serão protagonistas e não apenas eco.

"Duas mulheres saíram do zero e provaram que nossa campanha era séria. Nossa campanha mostrou que daqui para frente as mulheres não serão só eco", afirmou. Ela disse ainda que a campanha dela e de Mara foi inclusiva - e que nunca teve a intenção de ser apenas uma campanha feminina.

"Era uma trajetória de marcar posição, do que as mulheres podem fazer na política brasileira. Não queremos ser apenas coadjuvantes, queremos ser protagonistas da política do Brasil. Somos as candidaturas com a votação maior da história do MDB, de 4,2% dos votos", finalizou.

Veja também: 

Bolsonaro diz que 'venceu a mentira' e critica institutos de pesquisa

Lula e Petrobras: o que esperar da estatal em caso de nova gestão petista