Renan tem indicado que a meta será aprovada, diz Levy

Em meio a um shutdown na máquina federal, o dirigente da Fazenda evitou falar em "plano B" caso o projeto não seja votado pela Casa

Brasília – O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou na tarde desta quarta-feira, 2, que o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros, indicou que o PLN 5, que altera a meta fiscal para este ano, será aprovado pelo Parlamento.

Após reunião na liderança do PP, o ministro afirmou que o projeto “é um esforço para se acertar o passado e criar bases para um novo ano em 2016”.

Em meio a um shutdown na máquina federal, o dirigente da Fazenda evitou falar em “plano B” caso o projeto não seja votado pela Casa.

Questionado sobre outras alternativas, Levy se limitou a dizer que “estamos discutindo o PLN 5 e acho que a votação hoje é muito importante”.

Com o atraso peculiar de sua agenda, o dirigente da Fazenda não compareceu ao almoço de aniversário do relator geral do Orçamento de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), e foi à liderança do partido para parabenizar o deputado. “Foi uma conversa boa”, disse.

O Congresso Nacional iniciou nesta tarde o processo de votação do projeto de revisão da meta fiscal de 2015 para um déficit de até R$ 119,9 bilhões, ou 2% do Produto Interno Bruto (PIB).

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.