PSL ficará na coligação, diz assessoria de Marina Silva

O presidente do PSL, incomodado com sua exclusão do processo de sucessão de Eduardo Campos, chegou a anunciar que deixaria a coligação

São Paulo - O PSL desistiu de abandonar a coligação Unidos Pelo Brasil e seguirá na base de apoio da agora candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva. A informação foi confirmada nesta sexta-feira, 22, ao Broadcast Político, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, pela assessoria de comunicação de Marina.

Na quarta-feira, 20, o presidente do PSL, Luciano Bivar, incomodado com a exclusão do processo decisório em torno da sucessão de Eduardo Campos na chapa, chegou a anunciar que deixaria a coligação.

Em reunião hoje com a coordenação de campanha pela manhã, em São Paulo, Bivar foi convencido a ficar.

Além do PSB e do PSL, fazem parte da coligação PPS, PRP, PPL E PHS.

Com a permanência de todas as legendas, Marina garantirá os pouco mais de dois minutos que tem de tempo de TV.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também