A página inicial está de cara nova Experimentar close button

PSB altera nome na CCJ para somar voto contra reforma trabalhista

Como o senador Roberto Rocha não se sentia à vontade de votar contra o governo, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) assumirá a vaga

Brasília - Definitivamente na oposição ao governo, os senadores do PSB optaram por alterar a composição da bancada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para somar mais um voto contrário à reforma trabalhista, que será analisada pelo colegiado nesta quarta-feira, 28.

O partido possui duas cadeiras titulares na comissão, ocupadas pelos senadores Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e Roberto Rocha (PSB-MA).

Como Rocha não se sentia à vontade de votar contra o governo, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) assumirá a vaga.

A troca é oficial e foi lida em plenário na tarde desta quarta. A modificação já vale para a votação da reforma trabalhista que acontece em breve.

Placar

Com a modificação, a oposição deve alcançar pelo menos 12 votos contra a reforma trabalhista na CCJ. A base do governo calcula 14 votos a favor do projeto.

A oposição avalia que é difícil reverter mais votos, porém ainda tenta convencer senadores insatisfeitos da base a faltarem à votação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também