Prefeitura de SP testará professores para saber quantos tiveram covid-19

A medida vai ajudar a capital paulista a definir se mantém a previsão de retorno das aulas na cidade para o dia 3 de novembro

A prefeitura de São Paulo vai começar um inquérito sorológico nos próximos dias com o objetivo de saber quantos professores da rede municipal já tiveram a covid-19. Essa é uma das medidas para definir a data de retorno das aulas presenciais na capital paulista.

As aulas presenciais na cidade de São Paulo voltam de maneira parcial, somente com atividades de reforço, a partir do dia 7 de outubro. A retomada total está prevista para o dia 3 de novembro, mas a prefeitura não descartou que só ocorra em 2021. O calendário vale para as redes municipal, estadual e privada de ensino.

“Estamos definindo agora qual o tamanho da amostra para fazer a testagem. Vamos fazer com professores e servidores da rede municipal de ensino para verificar a porcentagem de imunizados. É mais um dado, não só para definir a volta às aulas, mas como isso será feito”, disse o prefeito Bruno Covas, em entrevista coletiva no começo da tarde desta terça-feira, 22.

Ainda de acordo com o Covas, todo o protocolo vai ser definido pela Secretaria da Saúde e será seguido pela Educação. No total, a rede municipal de ensino tem 70 mil servidores.

1,9 milhão de pessoas já tiveram a doença na cidade

O município realiza dois inquéritos sorológicos para definir o tamanho da pandemia na cidade. Um que está testando adultos terá nove fases e já foram apresentados os resultados preliminares de cinco etapas. O de crianças, com alunos de toda a rede de ensino, foi realizado em três.

De acordo com os últimos dados, quase 1,9 milhão de pessoas já tiveram a doença na capital paulista. Deste total, 1,64 milhão é de adultos, acima de 18 anos, e 244.000 é de crianças, de 4 a 14 anos.

Protocolo de retomada do setor cultural

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o prefeito Bruno Covas disse ainda que vai conversar com o setor cultural para deixar pronto o protocolo sanitário de reabertura. Assim que a cidade avançar da fase 3 amarela para a fase 4 verde do Plano São Paulo - diretriz do governo do estado para a quarentena - a volta das atividades deve ocorrer de maneira rápida. As normas vão valer para cinemas, museus, teatros e eventos culturais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.