Brasil

Polícia prende sete integrantes de torcidas organizadas no Rio

Neste domingo (21), ocorre a final do Campeonato Carioca, entre Vasco e Flamengo, no Estádio Maracanã

Maracanã: foram expedidos 10 mandados de prisão (Divulgação/Divulgação)

Maracanã: foram expedidos 10 mandados de prisão (Divulgação/Divulgação)

AB

Agência Brasil

Publicado em 20 de abril de 2019 às 16h22.

A Polícia Civil prendeu sete integrantes de torcidas organizadas até o início da tarde deste sábado (20). Foram expedidos 10 mandados de prisão por promoção de tumulto, associação criminosa e dano ao patrimônio público.

Neste domingo (21), ocorre a final do Campeonato Carioca, entre Vasco e Flamengo, no Estádio Maracanã.

As investigaões estão sob responsabilidade da 18ª Delegacia de Polícia (18ª DP). Segundo nota da Polícia Civil, os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão de armas, aparelhos celulares, computadores, camisas roubadas de torcedores rivais e outros bens.

"A investigação visava apurar a autoria e as circunstâncias das agressões promovidas por torcedores de uma torcida organizada do Clube Vasco da Gama contra os policiais do Regimento de Cavalaria da Secretaria de Polícia Militar. O fato ocorreu durante o jogo entre os clubes Fluminense e Vasco da Gama, em 17 de fevereiro desse ano, no Estádio do Maracanã", destacou a nota.

Naquele dia, houve uma briga judicial entre os clubes para saber qual torcida ocuparia o setor sul do estádio. O jogo inicialmente se deu com os portões fechados e posteriormente foi decidido pela abertura, gerando tumultos, sendo que alguns torcedores do Vasco tentaram forçar as grades para entrar no estádio e foram contidos por policiais militares, que acabaram hostilizados.

A investigação apontou também que pessoas atuavam de maneira paramilitar nas torcidas organizadas, com o objetivo de agredir torcedores de times rivais.

Acompanhe tudo sobre:FutebolPolícia CivilRio de Janeiro

Mais de Brasil

Roberto Jefferson paga R$ 40 mil à PF por conserto de viatura que atingiu com 42 tiros

Brasil inclui luta contra racismo pela 1ª vez na agenda do G20

AliExpress e Shopee antecipam data de taxação de compras de até US$ 50; veja quando passa a valer

PM impõe 100 anos de sigilo a processos disciplinares de Mello, candidato a vice de Nunes em SP

Mais na Exame