PM ergue muro de contêineres para separar facções no RN

As facções protagonizam violentos confrontos no presídio de Alcaçuz, em Natal, durante 8 dias seguidos

A Polícia Militar começou a construir neste sábado um muro de contêineres para separar presos das duas facções rivais que desde há oito dias protagonizam violentos confrontos no presídio de Alcaçuz, em Natal.

As forças especiais da Polícia chegaram pela manhã ao presídio, enquanto as forças militares faziam o patrulhamento de Natal, após os ataques relacionados aos conflitos dentro do presídio.

Uma barreira de 18 contêineres separará os três pavilhões do denominado Sindicato do Crime RN, dos outros dois que abrigam membros do Primeiro Comando da Capital (PCC), informou a Polícia.

No prazo de quinze dias, essa barreira será substituída por um muro de cimento, disse à AFP uma porta-voz do governo do Rio Grande do Norte.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.