PGR denuncia governador do Amazonas por organização criminosa

Segundo a PGR, foi instaurada “uma verdadeira organização criminosa que tinha por propósito a prática de crimes contra a administração pública", e pede R$ 2,1 milhões de indenização

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e mais 17 pessoas por crimes cometidos na aquisição de respiradores para pacientes de covid-19, informou o órgão nesta segunda-feira, um dia antes da instalação da CPI da Covid pelo Senado.

A investigação começou no ano passado, após notícias de que 28 aparelhos haviam sido comprados de uma loja de vinhos, e já foram deflagradas três fases de medidas como busca e apreensão autorizadas pelo ministro Francisco Falcão, relator do caso no STJ.

A acusação criminal feita pela subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, sustenta que na estrutura burocrática do governo do Amazonas, sob o comando de Lima, havia “uma verdadeira organização criminosa que tinha por propósito a prática de crimes contra a administração pública, especialmente a partir do direcionamento de contratações de insumos para enfrentamento da pandemia, sendo certo que, em pelo menos uma aquisição, o intento se concretizou”.

Segundo a PGR, o governador exerceria o "comando dessa organização criminosa voltada para a prática de crimes diversos", sobretudo dispensa indevida de licitação, fraude à licitação e peculato.

A PGR pede a condenação dos denunciados, a perda dos cargos pelos servidores públicos e pagamento de 2,1 milhões de reais de indenização pelos supostos desvios.

Procurado, o governo do Amazonas não respondeu de imediato a um pedido de comentário.

A denúncia da PGR foi divulgada um dia antes da instalação pelo Senado da CPI da Covid, que investigará supostas irregularidades cometidas pelo governo federal, estados e municípios — no caso dos dois últimos com recursos federais — no enfrentamento à crise sanitária.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.