Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Para FGV, alta de preços dos alimentos não é pontual

Aumento das comodities devem fazer preços continuarem subindo no curto prazo

O atual movimento de alta nos preços das commodities (matérias-primas) no atacado, principalmente as do setor agrícola, pode continuar a persistir pelo menos no curto prazo, elevando as taxas dos Índices Gerais de Preços (IGPs) até o fim do ano. A análise partiu do coordenador de Análises Econômicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Salomão Quadros.

Sem fazer previsões numéricas para os fechamentos dos IGPs dos próximos meses, o especialista admitiu, no entanto, que as condições que hoje elevam os preços das commodities no atacado demonstram uma certa "resistência".

"Existe um movimento sim, de pressão inflacionária, que tende a se espalhar, com foco no setor agrícola e, talvez, com alguma resistência", afirmou o especialista.

Ele lembrou que, quando ocorreram os primeiros sinais de aumentos de preços no setor de matérias-primas em setembro, não era possível perceber que as altas abarcassem uma sustentabilidade demorada. "Pelo que podemos perceber, estas elevações de preços de agora têm uma capacidade de sustentação. Não é um fator pontual", assinalou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também