Ibope: Paes avança no Rio e se aproxima de Witzel; Doria segue líder em SP

Candidato do DEM tem agora 44% dos votos válidos, contra 56% de Witzel

São Paulo - O candidato do DEM, Eduardo Paes, avançou quatro pontos percentuais na pesquisa divulgada por Ibope/Estado/TV Globo nesta terça-feira, 23, e se aproximou do líder na disputa ao Governo do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Com a alta, Paes agora tem 44% dos votos válidos na disputa do segundo turno, contra 56% de Witzel.

Na pesquisa anterior, divulgada no último dia 17, Paes tinha 40% dos votos válidos e Witzel, 60%.

Considerando os votos totais, Witzel tem 48% e Paes, 38%. Brancos e nulos somam 11% e 3% disseram que não sabem em quem votar.

A pesquisa entrevistou 1.512 eleitores em 41 municípios entre 20 e 23 de outubro. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou menos e o nível de confiança é de 95%.

São Paulo

Em São Paulo, o Ibope mostra que os candidatos ao governo de São Paulo João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB) estão empatados no limite da margem de erro. O tucano tem 53% dos votos válidos - oscilação de um ponto para cima em relação ao levantamento anterior, de 17 de outubro. França, por sua vez, oscilou um ponto para baixo e aparece com 47%. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos.

Considerando os votos totais - quando são contabilizados brancos e nulos - Doria tem 46% e França, 41%. O resultado é praticamente o mesmo da pesquisa anterior: a única diferença é que o candidato do PSB oscilou um ponto para baixo. Brancos e nulos chegaram a 11%; 3% dos entrevistados disseram que anulariam o voto.

Na pesquisa espontânea, quando os entrevistados respondem antes de ler as opções de nomes de candidatos, Doria e França também estão tecnicamente empatados. O ex-prefeito de São Paulo tem 32% e o atual governador do Estado está com 29%. Na pesquisa anterior, o tucano aparecia com 28% das intenções de voto e o candidato do PSB tinha 26%.

O levantamento do Ibope também aponta que a rejeição de Doria é a maior - 34% afirmaram que não votariam nele de jeito nenhum. A taxa oscilou para cima em dois pontos em relação à pesquisa anterior. A de França subiu sete pontos e está em 27%.

A pesquisa foi realizada nos dias 20 a 23 de outubro de 2018. Foram entrevistados 1.512 eleitores em 78 cidades. A margem de erro máxima estimada é de três pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. O nível de confiança é de 95%.

Minas Gerais

Já em Minas Gerais, o candidato do Novo, Romeu Zema, aparece liderando o segundo turno com 67% dos votos válidos. Seu adversário, Antonio Anastasia (PSDB), tem 33%.

Considerando os votos totais, Zema tem 57% e Anastasia figura com 28%. Brancos e nulos somam 10% e não sabe, 5%.

Foram ouvidos 1.512 eleitores em 91 municípios entre 20 e 23 de outubro. A margem de erro do levantamento é de três pontos porcentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.