A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Operários aceitam reajuste e retomam obra do Beira-Rio

De acordo com a construtora, os trabalhadores, que pediam reajusta de 15%, aceitaram a proposta de 8% em reunião com o sindicato da categoria

Porto Alegre - Depois de um dia de greve, os operários voltaram nesta quarta-feira a trabalhar na obra de reforma do estádio Beira-Rio, uma das futuras sedes da Copa do Mundo de 2014. Eles aceitaram a proposta de reajuste imediato de 8%, proposto pela construtora Andrade Gutierrez, e mais um porcentual a ser negociado em maio.

De acordo com a construtora, os trabalhadores, que pediam reajusta de 15%, aceitaram a proposta de 8% em reunião com o sindicato da categoria. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Pesada do Rio Grande do Sul (Siticepot), um servente ganha em torno de R$ 850 mensais.

A empresa já havia resolvido uma outra exigência dos operários, que pediam um menor intervalo entre as folgas para visitar familiares. Chegaram a fazer uma paralisação de 24 horas, na semana passada, com o objetivo de chamar a atenção da construtora para a ampliação dos seus direitos.

Em nota, a empresa destacou que 55% das obras do Beira-Rio estão concluídas e a paralisação não afetará o cronograma de entrega do estádio. A previsão é de que o estádio seja inaugurado no final deste ano, para ser o palco em Porto Alegre dos jogos da Copa do Mundo de 2014.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também