Mulheres relatam casos de abuso com hashtag #MeuMotoristaAbusador

Mulheres têm usado a hashtag para relatar casos de assédio verbal, físico e sexual ocorridos em táxis ou serviços de motoristas por aplicativos

Após ter denunciado ter sido abusada sexualmente por um motorista de Uber, a escritora Clara Averbuck criou uma campanha para incentivar outras mulheres a compartilharem suas histórias traumáticas e conscientizarem sobre as dificuldades em conseguir transporte com segurança quando se é mulher.

A hashtag #MeuMotoristaAbusador foi utilizada por inúmeras usuárias nas redes sociais, que relataram casos de assédio verbal, físico e sexual ocorridos em táxis ou serviços de motoristas por aplicativos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.