Ministro diz que o país atingirá meta de vacinação contra a pólio

Queiroga lembrou que o último caso de pólio no país foi registrado em 1989 e que a doença foi erradicada nas Américas nos anos 1990
Queiroga participou de seminário no Palácio Itamaraty, em Brasília (Isac Nóbrega/PR/Flickr)
Queiroga participou de seminário no Palácio Itamaraty, em Brasília (Isac Nóbrega/PR/Flickr)
A
Agência Brasil

Publicado em 05/10/2022 às 17:54.

Última atualização em 05/10/2022 às 18:38.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse hoje, 5, que a pasta vai atingir a meta de vacinar 95% das crianças menores de 5 anos contra a poliomielite. Atualmente, segundo o ministro, a cobertura vacinal está em torno de 60%. Ao todo, 14,3 milhões de crianças devem receber a dose.

Ao participar do seminário "O futuro da indústria farmacêutica no Brasil", no Palácio Itamaraty, em Brasília, Queiroga lembrou que o último caso de pólio no país foi registrado em 1989 e que a doença foi erradicada nas Américas nos anos 1990. Ele destacou os dois casos, identificados recentemente em Israel e nos Estados Unidos. “Levem seus filhos às salas de vacinação”, alertou.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Campanha

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite começou no dia 8 de agosto e foi encerrada na última sexta-feira, 30, depois de ser prorrogada uma vez por causa da baixa adesão.

A orientação da pasta é que crianças de 1 a 4 anos recebam uma dose da Vacina Oral Poliomielite (VOP), desde que já tenham recebido as três doses da Vacina Inativada Poliomielite (VIP) previstas no esquema básico.

LEIA TAMBÉM:

Fachin diz que pronunciamento de ministro da Saúde fere lei eleitoral e nega novo pedido

EUA registra primeiro caso de poliomielite em quase 10 anos