Metroviários de SP decidem parar atividades na quinta-feira

O Sindicato dos Metroviários de SP aprovou em assembleia nesta quinta a adesão à paralisação convocada pelas centrais sindicais e movimentos sociais

São Paulo – O Sindicato dos Metroviários de São Paulo aprovou em assembleia na noite de hoje (4) adesão à paralisação convocada pelas centrais sindicais e movimentos sociais para a próxima quinta-feira (11).

O sindicato, no entanto, marcou uma assembleia para o dia 10 a fim de avaliar a decisão tomada esta noite. No mesmo dia, os sindicatos dos metroviários do Rio Grande do Sul, de Minas Gerais, Pernambuco e do Distrito Federal (DF) deverão decidir se vão participar do movimento.

Os metroviários pedem, entre outras reivindicações, a redução da tarifa do transporte público, mais investimentos para garantir metrô e trens de qualidade e o fim de toda forma de privatização, concessões e terceirizações no transporte público. Eles também querem o fim do fator previdenciário; mais investimentos em saúde, educação e moradia e redução da jornada de trabalho sem diminuição de salário.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.