Manifestantes criam versão de boneco inflável de Dilma

Desfile de 7 de setembro contou com protestos; manifestantes levaram novo boneco inflável, com rosto da presidente Dilma

São Paulo - A presidente Dilma Rousseff se encontrou com o vice Michel Temer na manhã desta segunda-feira (7), para assistir ao desfile de 7 de setembro na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em comemoração ao Dia da Independência.

Mas não foram apenas as tropas das Forças Armadas e a Esquadrilha da Fumaça que deram as caras.

Manifestantes contrários ao governo de Dilma e o PT levaram um novo boneco inflável gigante, dessa vez com o rosto de Dilma. O boneco foi batizado de "Pixuleca". A versão de Lula, que já causou polêmica, era chamado de "Pixuleco" e tinha roupas de presidiário.

Esse novo boneco traz Dilma de terno vermelho, com a estrela do PT quebrada, a faixa caída e um nariz comprido, como o do personagem Pinóquio, fazendo uma alusão à mentira.

Os manifestantes inflaram a Pixuleca, que rasgou e murchou poucos minutos depois. Os responsáveis correram para remendar o boneco e tentar inflá-lo novamente.

O boneco custou 13,5 mil reais.

A Polícia Militar do DF, segundo o Correio Braziliense, contou até 200 manifestantes pró-Dilma, que se reuniram na Catedral de Brasília, e mil manifestantes contrários ao governo, que se concentraram no Museu Nacional da República.

Um forte esquema de segurança impediu que manifestantes chegassem perto do desfile - que, segundo a Polícia, foi visto por 25 mil pessoas.

No Eixo Monumental, cerca de 1,6 km distante do desfile, manifestantes atearam fogo em pneus. Eram membros do MST que estariam protestando por mais moradia.

Bomba

Segundo o site da revista VEJA, até ameaça de bomba teve no desfile.

Por volta das 10h, o Esquadrão Anti-bombas foi acionado pela Polícia Militar após três malas serem abandonadas no meio do gramado próximo da Rodoviária Plano Piloto.

O dono das malas apareceu pouco depois, dizendo que só tinha saído por alguns minutos para comprar um lanche.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.