Brasil

Lula lança projeto de turismo em favela carioca

Projeto deve dar treinamento profissional para que os moradores possam participar e orientar vistantes

Vista do Rio de Janeiro, com a favela Dona Marta no centro

Vista do Rio de Janeiro, com a favela Dona Marta no centro

DR

Da Redação

Publicado em 7 de novembro de 2011 às 13h48.

Rio de Janeiro - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou hoje na favela Dona Marta, no Rio de Janeiro, um programa para incentivar o turismo nas comunidades explorando as vistas espetaculares dos mirantes, rodas de samba e bailes funk.

A favela ficou famosa em 1996 por ter sido o local de gravação de um clipe do cantor Michael Jackson.

Nos últimos meses recebeu a visita de outros famosos, entre eles a diva do pop Madonna e a cantora Alicia Keys, que também gravou um clipe na comunidade.

O projeto apresentado hoje, denominado Rio Top Tour, com um investimento inicial de R$ 230 mil, pretende aproveitar o potencial turístico das favelas, onde serão instaladas placas e guias para os turistas, e beneficiar seus habitantes, que receberão capacitação profissional.

O programa também prevê a divulgação de informações em diferentes idiomas sobre os pontos turísticos das favelas.

"Eu não podia deixar de vir lançar este projeto porque precisamos recuperar o tempo perdido, para que nossos filhos não precisem chamar nenhum bairro de favela", disse Lula acompanhado de seis ministros e do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

O ato foi realizado no galpão da escola de samba Mocidade Unida do Santa Marta.

Lula assegurou que os investimentos e os projetos feitos nas favelas cariocas são uma compensação pelo "desprezo" com que foram tratadas pelo Estado durante muito tempo e que gerou uma situação de violência que afetou os mais pobres.

"Aquela favela que inspirava composições de samba foi se transformando em um lugar violento e começou a só aparecer nas páginas policiais dos jornais", disse Lula.

"Criar oportunidades para que as pessoas trabalhem e estudem é fundamental para que possamos sonhar com o dia que a violência registrada em uma favela seja a mesma de qualquer bairro, limitada a brigas caseiras e discussões sobre futebol", disse.

Lula elogiou o programa das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas favelas, que já expulsaram bandos de traficantes de drogas de várias favelas do Rio de Janeiro, e disse que espera que possa ser implantado em outras cidades do país nos próximos anos.

Leia mais do Rio de Janeiro

Siga as últimas notícias de Economia no Twitter

 

Acompanhe tudo sobre:cidades-brasileirasFavelasLuiz Inácio Lula da SilvaMetrópoles globaisPersonalidadesPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileirosPT – Partido dos TrabalhadoresRio de JaneiroTurismo

Mais de Brasil

Governo de SP entrega 107 obras de infraestrutura turística no 1º semestre e bate recorde

Brasil precisa superar déficit de cidadania, afirma presidente da Politize!

Aos 78 anos, morre o ex-governador do Acre Romildo Magalhães

Morre o jornalista Sérgio Cabral, pai, aos 87 anos

Mais na Exame