Lewandowski passa por constrangimento ao votar em SP

De acordo com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), "sou cumprimentado nos lugares onde vou"

São Paulo – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski passou por constrangimento na saída do Colégio Mario de Andrade, no Brooklin, em São Paulo, onde votou por volta das 12 horas deste domingo. Enquanto o relator dava entrevista, uma eleitora se aproximou e disse: “Que nojo!”. Em seguida, ela saiu do colégio.

“Na verdade, sou cumprimentado nos lugares onde vou”, disse Lewandowski. Sobre a manifestação da eleitora, ele afirmou que ela deveria estar se referindo a alguma coisa na calçada do colégio.

Ao deixar o local, um mesário exclamou: “Mande lembranças para o Zé Dirceu”, referindo-se ao ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, que foi absolvido pelo ministro no processo do mensalão, no STF. O assessor de Lewandowski procurou saber quem era o manifestante, mas o mesário não conversou com ele.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.