Brasil
Acompanhe:

Ibaneis Rocha autoriza uso de 'todos os meios legais' para desbloqueio

"Estou acompanhando os movimentos junto às forças de segurança do DF, que estão autorizadas a usar todos os meios legais para resolver o problema", diz o governador

Ibaneis Rocha: "O resultado das urnas deve ser respeitado e o bloqueio das vias públicas é ilegal." (José Cruz/Agência Brasil)

Ibaneis Rocha: "O resultado das urnas deve ser respeitado e o bloqueio das vias públicas é ilegal." (José Cruz/Agência Brasil)

E
Estadão Conteúdo

1 de novembro de 2022, 15h51

O governador reeleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou a autorização do uso de "todos os meios legais" para desbloquear estradas e vias da unidade federativa. Aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL), que perdeu as eleições para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ibaneis reiterou que o resultado do pleito deve ser respeitado.

"Estou acompanhando os movimentos junto às forças de segurança do DF, que estão autorizadas a usar todos os meios legais para resolver o problema e garantir o direito da maioria", anunciou o governador, em publicação no Twitter, na tarde desta terça-feira (1º). "O resultado das urnas deve ser respeitado e o bloqueio das vias públicas é ilegal."

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

Estradas e avenidas são bloqueadas no País por apoiadores de Bolsonaro como forma de contestação da eleição no último domingo (30). Após ordem do Supremo Tribunal Federal (STF) pelo ministro Alexandre de Moraes, que autorizou o uso de tropas da Polícia Militar pelos governadores de Estados para dar início às desobstrução de estradas e vias, operações para liberar rodovias bloqueadas pelo País se intensificaram nesta manhã.

Nesta tarde, a Polícia Rodoviária Federal informou que os pontos de interdições e bloqueios em rodovias do País caíram de 230, às 12h05, para 227 às 13h30. Há ocorrências em 21 Estados e no Distrito Federal. São eles: Amazonas, Acre, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

LEIA TAMBÉM: