Hospital da Uerj faz paralisação para cobrar verbas

Vinculado à Uerj, o hospital passa por dificuldades financeiras e precisa de R$ 7 milhões para pagar os compromissos com fornecedores e manutenção

Funcionários do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe) fazem hoje (20) uma operação de 24 horas para cobrar verbas necessárias para o funcionamento da unidade.

Vinculado à Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o hospital passa por dificuldades financeiras e precisa de R$ 7 milhões para pagar os compromissos com fornecedores e manutenção.

Segundo a assessoria de imprensa, a verba deveria ter sido depositada no dia 27 de maio, mas apenas R$ 4 milhões foram pagos.

O valor depositado foi considerado insuficiente e, como protesto, hoje não serão realizadas cirurgias eletivas. Ainda de acordo com o hospital, as cirurgias marcadas para os próximos dias estão mantidos.

A assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia informou que o repasse integral não foi feito devido à crise financeira que afeta o governo fluminense.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.