Brasil

Conheça quais atendimentos a UPA faz e como acessar o serviço

Veja quando você deve procurar uma UPA e quais atendimentos são feitos nas unidades

 (Hospital Moinhos de Vento/Divulgação)

(Hospital Moinhos de Vento/Divulgação)

Thais Tenher
Thais Tenher

Jornalista freelancer

Publicado em 27 de junho de 2024 às 09h00.

O SUS — Sistema Único de Saúde — é um serviço destinado para todos os brasileiros e reconhecido por ser um dos sistemas de saúde pública mais completos do mundo. E para conseguir atender uma população tão grande em situações diversas, ele é dividido em algumas frentes de atendimento. 

Dentre elas, estão a UPA, o UBS, os hospitais e outras unidades de atendimento conhecidas por aí. Mas você sabe qual a diferença entre elas? Neste artigo, você entenderá melhor quais atendimento a UPA faz, como ela funciona e quando se deve procurar uma. 

O que é UPA e como funciona?

UPA é a sigla para Unidade de Pronto Atendimento. A UPA é um serviço do SUS, administrado pelo Ministério da Saúde, e faz parte da rede de serviços pré-hospitalares fixos para atendimentos de urgência no Brasil. 

A UPA faz atendimento para pessoas em condições que não necessariamente sejam graves, mas casos mais sérios também. Inclusive, é na UPA que é feito o primeiro atendimento em casos cirúrgicos e traumáticos, estabilizando e encaminhando os pacientes para as unidades de referência certas para aquele caso. 

Outra informação importante sobre a UPA é que ela não para: o serviço funciona 24h por dia, todos os dias da semana, com uma equipe multidisciplinar para atender diferentes tipos de situações. 

Quais os serviços que a UPA oferece?

As UPAs oferecem um serviço parecido com o pronto-socorro, mas de forma simplificada. Ou seja, por lá é possível fazer um raio-X, eletro, exames laboratoriais, acesso a pediatras e até mesmo leitos de observação. 

Mas, se tiver agravamento do caso, a UPA direciona o paciente para um hospital de fato. Seu objetivo é diminuir as filas nos prontos-socorros pois, ao chegar na unidade, a UPA já terá feito todo o atendimento inicial, facilitando o diagnóstico e agilizando o processo. 

Pronto-socorro, UPA e UBS: qual a diferença?

Muitas pessoas confundem os serviços do pronto-socorro, UPA e UBS. O SUS disponibiliza todos eles gratuitamente. Veja quando procurar cada um: 

UPA: como comentado, a UPA é o primeiro atendimento do cidadão em casos graves e de risco, principalmente. Funciona 24h por dia e pode atender e resolver casos de urgência e emergência. UBS: as UBSs são a porta de entrada do SUS, onde os pacientes podem receber atendimento médico e fazer acompanhamento de tratamentos. Na UBS, é possível tomar vacinas, ter acesso a medicamentos, fazer o acompanhamento de pré-natal, entre outros serviços. 

Pronto-socorro: já o pronto-socorro é para onde são direcionados os casos mais complexos, geralmente encaminhados pela UPA, para possíveis internações, acompanhamento cirúrgico, exames mais profundos e demais solicitações que só podem ser feitas em um hospital. 

Quando se deve procurar uma UPA?

De acordo com o Ministério da Saúde, se você identificar algum dos sintomas abaixo, pode procurar uma UPA

  • Febre alta, acima de 39ºC;
  • Fraturas e cortes com pouco sangramento;
  • Infarto e derrame;
  • Queda com torção e dor intensa ou suspeita de fratura;
  • Cólicas renais;
  • Falta de ar intensa;
  • Crises Convulsivas;
  • Dores fortes no peito;
  • Vômito constante.
Acompanhe tudo sobre:Hospitais públicos

Mais de Brasil

Sob gestão Lula, assassinatos contra indígenas no Brasil aumentam 15% em 2023, aponta relatório

PRTB marca data de convenção para anunciar candidatura de Marçal no mesmo dia do evento de Nunes

Moraes defende entraves para recursos a tribunais superiores e uso de IA para resolver conflitos

Com negociação para definir vice, PL lança candidatura de Ramagem à prefeitura do Rio

Mais na Exame