A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Fiocruz vai interromper entrega de vacinas da AstraZeneca por 10 dias

Atraso é causado pela falta do IFA; distribuição do imunizante deve ser normalizada na semana do dia 13 de setembro

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que fabrica no Brasil as doses da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, vai interromper por ao menos dez dias a entrega de vacinas ao Programa Nacional de Imunização (PNI).

As entregas eram semanais.

O atraso vai ocorrer porque, no mês de agosto, a Fiocruz não recebeu a quantidade esperada do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), matéria-prima utilizada para a produção das vacinas. O material  vem da China. Segundo a Fiocruz, a distribuição do imunizante deve ser normalizada na semana do dia 13 de setembro.

Ao final de julho, a Fiocruz anunciou o início da produção 100% nacional da vacina com o uso do IFA produzido em Bio-Manguinhos. A previsão é a de que, se tudo correr como a Fiocruz planeja, as doses produzidas no Brasil estejam disponíveis somente no último trimestre de 2021.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também