Falta de luz leva justiça a pedir que Light crie gabinete de crise

De acordo com a decisão judicial, a Light tem o prazo de 24 horas para instalar o gabinete

O Plantão Judiciário do Rio de Janeiro determinou à distribuidora de energia Light, que abastece a maior parte dos domicílios do estado, a criação de um gabinete de crise para sanar as situações de interrupção de fornecimento de energia provocadas pelo temporal de domingo (28). A informação foi divulgada hoje (1º) pela Defensoria Pública estadual, que fez o pedido.

De acordo com a decisão judicial, a Light tem o prazo de 24 horas para instalar o gabinete, que deverá funcionar de forma ininterrupta até que todas as situações de falta de energia sejam sanadas. A pena estipulada é de R$ 100 mil por dia, caso a decisão seja descumprida.

Segundo a Defensoria Pública, a empresa foi omissa e não prestou informações claras à população depois do temporal, que deixou vários bairros da capital e municípios do interior sem energia por várias horas.

A Light informou que o gabinete já foi implantado e está em funcionamento desde o dia do temporal, quando foi colocado em prática um plano de contingência.

De acordo com a concessionária, ainda há locais na Grande Tijuca e em Nova Iguaçu que estão sem energia, mas suas equipes estão nas ruas tentando solucionar o problema.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.