Ex-secretário de Guedes é nomeado número 2 de Onyx no Trabalho

A nomeação está publicada na edição desta quinta-feira do Diário Oficial da União (DOU).
 (Júlio Nascimento/PR / Planalto/Divulgação)
(Júlio Nascimento/PR / Planalto/Divulgação)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 29/07/2021 às 12:20.

Última atualização em 29/07/2021 às 12:23.

Em uma vitória para o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente Jair Bolsonaro nomeou Bruno Bianco como secretário executivo do Ministério do Trabalho e Previdência. O agora "número dois" da nova pasta, comandada por Onyx Lorenzoni, era secretário especial de Previdência e Trabalho de Guedes. A nomeação está publicada na edição desta quinta-feira do Diário Oficial da União (DOU).

A ida de Bianco para a equipe de Lorenzoni vinha sendo negociada pelo ministro da Economia como forma de manter alguém de sua confiança na cúpula do novo ministério, além de dar sequência a alguns projetos que até então estavam no seu guarda-chuva, como o pacote de medidas de estímulo à contratação de jovens de baixa renda, ainda em gestação.

Na semana passada, agentes do mercado financeiro viram com bons olhos a declaração de Guedes de que Bruno Bianco seria o braço direito de Onyx. A leitura foi de que, apesar de perder uma parte de suas atribuições, o "posto Ipiranga" do presidente Bolsonaro ainda manteria influência na política econômica voltada ao trabalho e à Previdência Social.

Entenda como as decisões do Planalto, da Câmara e do Senado afetam seus investimentos.Assine a EXAME.