• AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
  • AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
Abra sua conta no BTG

Especialista aprova, com ressalvas, brincadeiras de comissário da Webjet

Roberto Peterca defende uso da criatividade na divulgação das normas de segurança
Especialista diz que instrução no avião é a única que passageiro tem em caso de emergência (Divulgação/Japan Airlines)
Especialista diz que instrução no avião é a única que passageiro tem em caso de emergência (Divulgação/Japan Airlines)
Por Luís Artur NogueiraPublicado em 29/03/2011 15:55 | Última atualização em 29/03/2011 15:55Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo – O investigador de acidentes aéreos e especialista em segurança de voo Roberto Peterca não vê problemas na utilização do bom humor na hora de explicar as normas de segurança, mas faz algumas ressalvas às brincadeiras do comissário da Webjet Ronald Pennaforte.

Um vídeo gravado em uma câmera de celular e publicado no YouTube mostra os momentos que antecedem a decolagem de um voo de Curitiba para o Rio de Janeiro. O jeito descontraído do comissário arrancou gargalhadas dos passageiros, mas também gerou bastante polêmica na internet.

“Eu defendo o uso da criatividade na hora de transmitir as informações aos passageiros. Aliás, em 1997, quando eu ainda trabalhava na Vasp, a gente já discutia isso e defendia a utilização de vídeo animados”, diz Peterca. O investigador de acidentes aéreos afirma, no entanto, que o comissário erra ao “atropelar a língua inglesa”, o que dificulta a compreensão das normas por parte dos estrangeiros.

Quanto ao uso do bom humor, o especialista aprova o “show” de Ronald Pennaforte. “É fundamental que as pessoas ouçam as regras. Numa emergência, essas serão as únicas informações que o passageiro terá.”

Peterca considera “monótono” o método utilizado pela maioria das companhias aéreas na hora de divulgar as instruções de segurança. “Para piorar, tem passageiro que acha que não precisa ouvir porque está pagando para alguém cuidar dele. Tem passageiro que tem muitas horas de voo e também acha que não precisa ouvir. E tem passageiro que está voando pela primeira vez e imagina que os comissários vão resolver todos os problemas.”

O especialista em segurança de voo diz que a simples polêmica levantada pelo vídeo no YouTube já é positiva para a aviação, pois ajuda a divulgar a importância das instruções. “Surtiu efeito”, conclui Perterca.