Live icon 

Acompanhe ao vivo:  

Apuração das eleições 2022 em tempo real! Veja agora.

CPI aponta 57 operações do BNDES com Hang; empresário nega favorecimento

Durante depoimento na CPI, Hang negou ter sido favorecido com financiamento público
Luciano Hang: o empresário rebateu a informação dizendo que o valor é o que as lojas faturam em um dia (Edilson Rodrigues/Agência Senado/Flickr)
Luciano Hang: o empresário rebateu a informação dizendo que o valor é o que as lojas faturam em um dia (Edilson Rodrigues/Agência Senado/Flickr)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 29/09/2021 às 15:26.

Última atualização em 29/09/2021 às 18:14.

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid Omar Aziz (PSD-AM), afirmou nesta quarta-feira que documentos repassados pelo BNDES apontam 57 operações do banco de financiamento com o empresário Luciano Hang, totalizando 27 milhões de reais.

Durante depoimento na CPI, Hang negou ter sido favorecido com financiamento público. Ele rebateu a informação dizendo que o valor é o que as lojas faturam em um dia. Na versão do empresário, a empresa comprou máquinas da Agência Especial de Financiamento Industrial (Finame), subsidiária do BNDES, e um terreno de uma empresa que tinha financiamento do banco e faliu e por isso aparece nas operações. "O senhor pega dinheiro no BNDES e fatura 30 milhões de reais por dia. É uma beleza", ironizou Omar Aziz.

Nesta semana, o empresário publicou um vídeo nas redes sociais declarando que levaria uma algema para a CPI e entregaria a chave para cada um dos senadores. Ao responder ao relator, Renan Calheiros (MDB-AL), Luciano Hang disse que foi apenas senso de humor. "Não [foi brincadeira], senador, mas também temos que ter senso de humor, né?"

  • Fique por dentro das principais notícias do Brasil e do mundo. Assine a EXAME