Correios estuda possibilidade de ser sócio do trem-bala

Segundo a assessoria da empresa, o presidente dos Correios irá discutir a questão com a diretoria da ANTT, órgão responsável pela licitação do trem-bala.

Brasília – A Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) estuda a possibilidade de se tornar sócia do Trem de Alta Velocidade (TAV), que ligará as cidades de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. Segundo a assessoria de imprensa da empresa, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, afirmou que irá discutir a questão na próxima semana com a diretoria da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), órgão responsável pela licitação do trem-bala.

A assessoria disse ainda que, se “for viável e possível”, os Correios querem ser sócio do trem-bala. Ainda de acordo com a assessoria, a empresa não tem informações sobre a necessidade de alteração do edital e possível adiamento do leilão, marcado para abril, como foi informado na edição de hoje do jornal Folha de S. Paulo. Até o momento,a ANTT não se posicionou sobre o assunto.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.