Congresso não tem culpa de nota da S&P, diz Renan

" O Congresso alertou, chamou a atenção, se colocou à disposição, apoiou, fez o ajuste, qualificou o ajuste em algumas oportunidades", diz Renan Calheiros

Brasília - O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), eximiu o Poder Legislativo de responsabilidade pelo fato de o País ter perdido o grau de investimento pela agência de Standard & Poor's.

Na noite desta quarta-feira, 9, a agência de classificação de risco colocou o Brasil como grau especulativo e, em nota, disse que "os desafios políticos do País continuam aumentando e pesam, cada vez mais, sobre a capacidade e a vontade do governo de submeter ao Congresso um orçamento consistente com uma correção de política significativa sinalizada".

"Não tem (culpa o Congresso). O Congresso alertou, chamou a atenção, se colocou à disposição, apoiou, fez o ajuste, qualificou o ajuste em algumas oportunidades, apresentou uma agenda e está disposto a continuar colaborando para reverter as expectativas. Acho que é o nosso dever", afirmou ele, na chegada a seu gabinete na Presidência do Senado.

Para Renan, o Congresso tem colocado o desafio de sugerir caminhos para reverter a expectativa de rebaixamento do grau de investimento e que o Poder tem colaborado para impedir essa redução.

"Temos que fazer o dever de casa, fazer as mudanças estruturais, dar consistência ao gasto público. O Congresso tem colaborado e vai continuar colaborando, vai fazer sua parte", afirmou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.