Brasil

Chuvas no RS: governo dará prioridade à energia em áreas como hospitais e escolas, afirma ministro

Ao todo, 148 municípios foram prejudicados pelas fortes chuvas no Rio Grande do Sul, de acordo com o último boletim divulgado pela Defesa Civil

Chuvas no Rio Grande do Sul: estado sofre com enchentes e deslizamentos  (Ricardo Stuckert/ Presidência da República/Agência Brasil)

Chuvas no Rio Grande do Sul: estado sofre com enchentes e deslizamentos (Ricardo Stuckert/ Presidência da República/Agência Brasil)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 6 de maio de 2024 às 16h57.

Última atualização em 7 de maio de 2024 às 17h07.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, informou nesta segunda-feira que o governo montou uma força-tarefa para auxiliar no abastecimento energético no Rio Grande do Sul, em atenção a áreas como hospitais e escolas

Segundo ele, até o momento, há uma mobilização de 3 mil pessoas no estado, concentradas em problemas de suprimento de energia elétrica. Uma equipe da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) está atuando nos locais afetados.

O número de mortos em razão dos temporais chegou a 83, de acordo com o boletim divulgado na manhã desta segunda-feira. Além disso, há 111 desaparecidos e 276 pessoas feridas.

Conforme o levantamento da Defesa Civil, são 149,3 mil pessoas fora de casa, sendo 20 mil em abrigos e 129,2 mil desalojadas (nas casas de familiares ou amigos).

"Quero ir lá [amanhã] com toda a equipe nossa, tanto do setor do suprimento de energia, de gás, suprimento de petróleo, de gasolina, de diesel, para que a gente possa não só prever novos problemas, como evitar problemas que possam, por exemplo, atingir setores mais coletivos: os hospitais, as creches, as escolas daquela região", disse Silveria, em conversa com jornalistas.

O titular de Minas e Energia também afirmou que fez reunião com as distribuidoras de energia para planejar uma “rápida” resposta à população gaúcha que no momento sofre com falta abastecimento energético

"Essa é mais do que a orientação. É determinação do presidente Lula que todas as áreas de governo se voltem a dar resposta rápida ao Rio Grande do Sul", cita.

Acompanhe tudo sobre:Rio Grande do SulAlexandre SilveiraGoverno LulaEnchentesMudanças climáticasEnchentes no RS

Mais de Brasil

Lula, 'BolsoNunes' e 'paz e amor': convenção dá tom de como será a campanha de Boulos em SP

Sob gestão Lula, assassinatos contra indígenas no Brasil aumentam 15% em 2023, aponta relatório

PRTB marca data de convenção para anunciar candidatura de Marçal no mesmo dia do evento de Nunes

Moraes defende entraves para recursos a tribunais superiores e uso de IA para resolver conflitos

Mais na Exame