Brasil

Governo anuncia liberação de R$ 580 milhões em emendas parlamentares para o Rio Grande do Sul

A medida visa mitigar os efeitos das enchentes que atingiram quase 70% do estado

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 6 de maio de 2024 às 17h13.

Última atualização em 7 de maio de 2024 às 17h08.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

O governo Lula anunciou nesta segunda-feira, 6, a liberação imediata de R$ 580 milhões em emendas parlamentares individuais com aplicação direta em 448 municípios do Rio Grande do Sul. A medida visa mitigar os efeitos das enchentes que atingiram quase 70% do estado. 

Desse total, R$ 538 milhões são para a área de saúde. As demais envolvem áreas como Cidades, Integração e Desenvolvimento Regional, Agricultura e Pecuária, Educação, Justiça e Segurança Pública e Esporte. O governo federal disse que vai liberar até R$1,06 bilhão em emendas parlamentares, no total, nos próximos dias para os municípios gaúchos atingidos pelas inundações.

O anúncio foi oficializado durante reunião de ministros e secretários do Governo Federal com integrantes das bancadas estadual e federal do Rio Grande do Sul na Assembleia Legislativa de Porto Alegre. 

O secretário especial de Assuntos Federativos da Secretaria de Relações Institucionais, André Ceciliano, ressaltou que há possibilidades de liberação de outros R$ 448 milhões em emendas especiais para o estado, a depender de acordos de bancada para votação no Congresso até a próxima quarta.

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, antecipou que há a expectativa de liberação de outros R$ 83 milhões em emendas de bancada para a Saúde no início desta semana.

A gestão petista abriu um escritório em Porto Alegre, em uma estrutura da Caixa Econômica Federal, para permitir o contato direto entre técnicos de vários ministérios e prefeitos e secretários de municípios gaúchos para articular ações na região afetada por fortes chuvas. 

345 cidades afetadas

Segundo balanço último balanço da Defesa Civil do Estado, há 345 municípios do Rio Grande do Sul afetados pelas consequências das chuvas no estado. São 19.368 desabrigados, 121.957 pessoas desalojadas e um total de 850,4 mil pessoas afetadas diretamente pelos efeitos da calamidade climática. Há a confirmação de 83 óbitos e o registro de 111 desaparecidos.

Acompanhe tudo sobre:Rio Grande do SulEnchentes no RS

Mais de Brasil

Ramagem diz que Bolsonaro autorizou gravação de reunião no Planalto sobre investigação de Flávio

Lira diz que investigação contra Ramagem é 'grave', mas indica não ver punição pelo Conselho

Veja transcrição e áudio da reunião entre Bolsonaro e Ramagem sobre investigação de Flávio

Brasil chama embaixador em Buenos Aires para discutir relação com governo Milei

Mais na Exame