Chuva em outros estados causa cancelamento de voos no Rio

No Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão-Antonio Carlos Jobim foram quatro voos cancelados e oito atrasados, do total de 67 previstos

Rio de Janeiro – Até o meio-dia, nove voos previstos para partir do Aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio, haviam sido cancelados, o que corresponde a 12,7% do total de 71. Além disso, dez tinham atrasado.

No Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão-Antonio Carlos Jobim, na zona norte, foram quatro voos cancelados e oito atrasados, do total de 67 previstos.

De acordo com a Infraero, o principal problema foi a chuva no Espírito Santo e em Minas Gerais, que fechou os aeroportos de Vitória e de Confins.

A Infraero informa também que as empresas relataram problemas técnicos em aeronaves, mas que o Aeroporto Santos Dumont opera normalmente.

O movimento foi intenso no começo da manhã, mas perto de meio-dia estava tranquilo.

Segundo a Gol, apenas um voo da companhia partindo do Santos Dumont foi cancelado por causa da chuva em Vitória, mas os passageiros já haviam sido acomodados.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aumentou a fiscalização nos principais aeroportos do país desde o dia 13 de dezembro, com 315 servidores, e recebeu o plano de contingência das empresas aéreas para o período de maior movimento nos terminais.

os compromissos firmados estão a ocupação máxima dos guichês de check-in nos horários de pico, o reforço em guichês para informações, a suspensão da venda de passagens acima da capacidade da aeronave, o chamado overbooking, e aumento do efetivo de tripulação.

De acordo com a Anac, a agência já recebeu relatórios sobre a operação, mas o balanço só será divulgado ao término das ações, depois do dia 13 de janeiro.

A expectativa é que 6,6 milhões de passageiros usem os aeroportos brasileiros em dezembro, 200 mil a mais do que no mesmo período de 2012.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.