Brasil

CCJ do Senado adia votação de PL dos jogos de azar para a próxima semana

Decisão foi tomada pelo presidente da comissão, o senador Davi Alcolumbre, após pedidos de senadores governistas

Davi Alcolumbre, presidente da CCJ do Senado ( Pedro França/Agência Senado/Flickr)

Davi Alcolumbre, presidente da CCJ do Senado ( Pedro França/Agência Senado/Flickr)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 12 de junho de 2024 às 14h15.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado adiou para a próxima semana a votação do projeto de lei de legalização dos jogos de azar no País. A decisão do presidente da CCJ, senador Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), foi tomada após pedido de senadores governistas.

Havia um temor também, por parte de aliados de Alcolumbre, de que não haveria votos suficientes para aprovar a proposta. Por isso, apurou a reportagem, Alcolumbre aceitou adiar a votação para a semana que vem.

O senador Eduardo Girão (Novo-CE), um dos principais opositores da medida, chegou a retirar pedidos de adiamento da votação, diante do cenário contrário à aprovação do projeto.

Nesse cenário, o líder do MDB, Eduardo Braga (AM), tentou pedir vista, mas Alcolumbre disse que isso não seria possível, pois esse prazo já havia sido concedido na semana passada. Mesmo assim, Alcolumbre decidiu dar mais uma semana para a votação do projeto.

Na próxima semana, há a previsão de um esforço concentrado no Senado para votar indicações de autoridades a embaixadas e a outros cargos. Alcolumbre disse que aproveitará essa oportunidade para votar a proposta na CCJ.

Acompanhe tudo sobre:GamesGoverno LulaSenado Federal

Mais de Brasil

BNDES divulga edital de concurso com salário inicial de R$ 20.900; veja detalhes

Pré-candidatos tentam evitar 'palavras-mágicas' para não serem punidos por campanha antecipada

Após prestigiar Boulos, Lula só deve participar de mais uma convenção de candidatos; saiba qual

No Brasil para o G20, secretária do Tesouro dos EUA discutirá economia e geopolítica

Mais na Exame