Castro lidera com 35% no RJ, aponta pesquisa Genial/Quaest; Freixo tem 23%

Em um segundo turno, Castro venceria Freixo por 45% a 31%
Indecisos somam 9%. Votos em branco, nulos ou não pretendem votar, 14%. (Divulgação/Flickr)
Indecisos somam 9%. Votos em branco, nulos ou não pretendem votar, 14%. (Divulgação/Flickr)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 26/09/2022 às 13:51.

O governador e candidato à reeleição Cláudio Castro (PL) continua na liderança da disputa pelo governo do Rio de Janeiro com 35% das intenções de voto, segundo pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta segunda-feira (26). Castro cresceu 4 pontos porcentuais (pp) para cima se comparado ao levantamento anterior do dia 15 de setembro, acima da margem de erro de 2 pp.

Marcelo Freixo (PSB) aparece em segundo lugar com 23%, oscilação positiva de 2 pp. Rodrigo Neves (PDT) vem em terceiro lugar, com 9%. Juliete Pantoja (UP), Paulo Ganime (Novo), Eduardo Serra (PCB) e Cyro Garcia (PSTU) estão empatados com 2%. Wilson Witzel (PMB) tem 1%. Votos em branco e nulos ou não pretendem votar somam 13%. Os indecisos são 11%.

Em um segundo turno, Castro venceria Freixo por 45% a 31%. Indecisos somam 9%. Votos em branco, nulos ou não pretendem votar, 14%.

Senado

Romário (PL) lidera a preferência dos fluminenses para o Senado, com 39%. Clarissa Garotinho (União Brasil) ultrapassou numericamente Alessandro Molon (PSB) e ocupa o segundo lugar na corrida, com 13% das intenções de voto, empatada tecnicamente com o pessebista, que tem 12%. Cabo Daciolo (PDT) tem 7%, André Ceciliano (PT) 5%, Professor Helvio Costa e Bárbara Sinedino 1%. Os demais não pontuaram. Indecisos são 7% e brancos, nulos e não pretendem votar, 15%.

A pesquisa ouviu 1.500 eleitores do Rio de Janeiro entre os dias 22 a 25 de setembro. A margem de erro do levantamento é de 2,5 pontos porcentuais, com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada sob os números RJ-06442/2022 e BR-01966/2022.

LEIA TAMBÉM:

Genial/Quaest: Haddad lidera no 1º turno em SP e Garcia venceria petista no 2º

Em MG, Zema mantém vantagem com 47%, diz pesquisa Genial/Quaest; Kalil tem 30%